El anaquel de Spantamicus

José Manuel dos Santos Encarnação (S. Brás de Alportel, 1944)

Assistente da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra (1978), Professor auxiliar (1984). Doutor em História (Lisboa 1984).Professor associado da 2ª Secção (Ciências Históricas, Geográficas e Filosóficas do 5º Grupo – História) en 1986. Professor convidado na Universidade Federal do Rio de Janeiro (1989). Professor catedrático desde 1991. Está aposentado desde 27 de Julho de 2007. Presta colaboração, como professor catedrático, desde Setembro de 2009, na Faculdade de Ciências Sociais, Educação e Administração (Departamento de Turismo), da Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias (Lisboa). É Académico correspondente da Reial Acadèmia de Bones Lletres (1997), da Real Academia de la Historia (1999) e Académico de Mérito da Academia Portuguesa de História (2010). Doutor honoris causa pela Universidade de Poitiers. É de sua iniciativa a criação do Ficheiro Epigráfico (1982) e da série Cadernos de Arqueologia e Arte (1979). Pertence ao Conselho Científico de numerosas revistas. São suas áreas de investigação privilegiadas: a epigrafia romana, a Lusitânia (sociedade e cultura), o património cultural. Como membro do Centro de Estudos Arqueológicos das Universidades de Coimbra e Porto, desenvolve aí a sua actividade com projectos de âmbito internacional sobre religião antiga, por exemplo.





Página institucional (em actualização): http://www1.ci.uc.pt/iauc/func/je.html
Página da PlataformaDeGois:   http://www.degois.pt/visualizador/curriculum.jsp?key=3131549175587706
Contacto
http://notascomentarios.blogspot.com/


Actualizado el 28.9.2016

Libros y monografías

1968

J. d'Encarnação, Notas sobre Alguns Vestígios Romanos no Concelho de Cascais. Junta de Turismo da Costa do Sol, Estoril 1968. 20 p.      Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

1972

J. d'Encarnação, História e Geografia de Cascais. Cascais, 11972 (38 p.), 21976 (60 p.), 31979 (60 p.).

1975

J. d'Encarnação, Divindades Indígenas sob o Domínio Romano em Portugal (Subsídios para o Seu Estudo), Lisboa, Imprensa Nacional – Casa da Moeda, 1975, 334 p (agotado).

J. d'Encarnação, Índices e Suplemento de "Cascais, Vila da Corte", Cascais, 1975. 162 p. + 4 de ilust.

1976

J. d'Encarnação, A Crise de 1383-1385 através da Sua História Monetária, Cascais, 1976. 12 p.

1979

J. d'Encarnação, Grutas Pré-Históricas de Alapraia – Estoril, Junta de Turismo da Costa do Estoril, Estoril, 1979. 48 p. [Versões em português, francês e inglês].

J. d'Encarnação, Sociedade Romana e Epigrafia, Setúbal, 1979. 75 p.

J. d'Encarnação, Introdução ao Estudo da Epigrafia Latina, Coimbra, 11979, 21987 [60 p.], 31997; 4ª edição, Introdução à Epigrafia Latina, Coimbra, Instituto de Arqueologia, 2013. ISBN: 978-972-9004-25-4.     Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

1983

J. d'Encarnação, Cascais, Guia para uma Visita. Cascais, 1983. 80 p.

1984

J. d'Encarnação, Inscrições Romanas do Conventus Pacensis – Subsídios para o Estudo da Romanização, 2 volumes, Coimbra, 1984. 941 p. + 16 de fotografias.      Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação – Rogério P. Carvalho, Belver ao Tempo dos Romanos – A População e as Suas Crenças. Portalegre, 1984. 36 p.      Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

1986

J. d'Encarnação – Guilherme Cardoso (coord.), Cascais no Tempo dos Romanos (Catálogo da exposição. Palácio da Cidadela, Cascais, agosto de 1986), Cascais 1986.

1988

J. d'Encarnação, Nisa ao Tempo dos Romanos – A População e as Suas Crenças, Nisa, Câmara Municipal de Nisa, 1988, 32 p.

J. d'Encarnação, Epigrafia (Programa, Métodos, Bibliografia). Faculdade de Letras de Coimbra, 1988. 68 pág. policopiadas.

1994

J. d'Encarnação, Roteiro Epigráfico Romano de Cascais, Cascais, Câmara Municipal de Cascais, 11994, 2001 (2.ª edição, revista e aumentada).

1995

J. d'Encarnação – Guilherme Cardoso, Para uma História da Água no Concelho de Cascais, 1995.

1996

F. Villar – J. d'Encarnação (eds.), Actas del VI Coloquio sobre lenguas y culturas prerromnas de la Península Ibérica. Coimbra 1994, Salamanca, Universidad, 1996.

1997

António N. Sá Coixão – J. d'Encarnação, Foz Côa romana. Notas epigráficas, Vila Nova de Foz Coa 1997.

1998

J. d'Encarnação, Estudos sobre Epigrafia, Coimbra, 1998.
Cf. «Politicamente falsários», capítulo do livro, de José d'Encarnação, Estudos sobre Epigrafia, Minerva, Coimbra, 1998, pp. 29-56. ISBN: 972-8318-34-0. É a reprodução de: «Da invenção de inscrições pelo humanista André de Resende», Biblos 67 1991 177-205.       Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, A Estratégia do Poder na Roma Antiga. Faculdade de Letras de Coimbra, 1998, 76 pág. policopiadas. Edição da Associação Cultural de Cascais, Cascais, 2014. ISBN: 978-972-9406-49-2.     Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

2002

J. d'Encarnação (coord.), As Oficinas da História, Coimbra, 2002.

J. d'Encarnação, Cascais e os Seus Cantinhos, Lisboa, Edições Colibri (Lisboa) e Câmara Municipal de Cascais, 2002. [304 p.]

2003

J. d'Encarnação (coord.), A História Tal Qual se Faz, Coimbra, 2003.

Grupo Mérida (J. d'Encarnação et alii), Atlas Antroponímico de la Lusitania Romana, Mérida-Bordéus, 2003.

2004

J. d'Encarnação, Festas de Tradição no Concelho de Cascais, Mafra, Fevereiro de 2004. Autor do texto. Fotos de Francisco de Almeida Dias.

2006

J. d'Encarnação, Epigrafia – As Pedras que Falam, Imprensa da Universidade de Coimbra, Maio 2006.

J. d'Encarnação, Pelas veredas da História… em S. Brás de Alportel (livrinho de cordel), Lisboa, Apenas Livros, 2006.

J. d'Encarnação, Cecília Marina, Ossonobense (livrinho de cordel), Lisboa, Apenas Livros, 2006.

J. d'Encarnação, Sintra, a Sedução e o Mistério (livrinho de cordel), Lisboa, Apenas Livros, 2006. 2ª edição, Out. 2012, 250 exemplares. ISBN: 978-989-618-074-4.

2007

J. d'Encarnação, Estrepes (livrinho de cordel), Lisboa, Apenas Livros, 2007.

J. d'Encarnação, Recantos de Cascais, Edições Colibri / Câmara Municipal de Cascais, 2007. 302 p.

2008

J. d'Encarnaçao (ed.), Divindades indígenas em análise. Divinités pré-romaines - bilan et perspectives d'une recherche. Actas do VII Workshop FERCAN, Cascais, 25-27.05.2006, Coimbra - Porto 2008. Redigiu a ‘Apresentação'(p. 9-10).

2009

J. d'Encarnação, Paisagens da Antiguidade, Lisboa, Apenas Livros, Maio de 2009. N.º 15 da Colecção OFIUSA. ISBN: 978-989-618.234-2. 48 páginas. Recolhe 11 prefácios que redigi.

J. d'Encarnação, Dos Segredos de Cascais. Lisboa, Edições Colibri, Dezembro 2009. ISBN: 978-972-772-952-4. 248 p.

2011

J. d'Encarnação, Cascais – Paisagem com Pessoas dentro, Cascais, edição da Associação Cultural de Cascais, 2011. ISBN: 978-972-9406-48-5. 218 p.

2014

J. d’Encarnação, A Estratégia do Poder na Roma Antiga, Associação Cultural de Cascais, 2014.       Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

2015

J. d'Encarnação, Divindades Indígenas sob o Domínio Romano em Portugal (Subsídios para o Seu Estudo), Coimbra 2015 (segunda edición revisada y aumentada).      Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital .

J. d'Encarnação, Retalhos, edição da Casa da Cultura António Bentes, S. Brás de Alportel. Maio 2015. 124 p. ISBN: 978-989-06916-1-2.

2016
J. d'Encarnação, Religião dos Romanos, religião de sempre?, Academia das Ciências de Lisboa, 2016, ISBN: 978-972-623-300-8, e-book accesible en http://www.acad-ciencias.pt/document-uploads/6675683_encarnacao-jose--religiao-dos-romanos.pdf

Artículos en revistas periódicas, capítulos de libros, congresos, etc.

1969

J. d'Encarnação, A capela-mor da matriz de Cascais, Cascais e Seus Lugares 23, 1969, 55-62.

J. d'Encarnação, Os Diálogos do Sítio de Lisboa, de Luís Mendes de Vasconcelos, Olisipo 125-126, Janeiro-Junho l969, 37-51.

1970

J. d'Encarnação, Lápides a divindades indígenas no Museu de Guimarães, Revista de Guimarães 80, 1970, 207-238.       Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

1971

J. d'Encarnação, O conceito de divindade indígena sob o domínio romano na Península Ibérica, Actas do II Congresso Nacional de Arqueologia, 2, Coimbra, 1971, 347-351.     Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Duas importantes aras romanas de Vila da Feira, Aveiro e o Seu Distrito 11, 1971, 59-61.

J. d'Encarnação, Inscrições romanas de Cascais, Boletim n.º 2 do Museu-Biblioteca do Conde de Castro Guimarães 1971, 59-112.

1972

J. d'Encarnação, Vestígios do culto dos Lares em território português, Revista de Guimarães 82, 1972, 91-104.       Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

1973

J. d'Encarnação, Banda, uma importante divindade indígena, Conimbriga 12, 1973, 199-214.

1974

J. d'Encarnação, Aracus Aranius Niceus, uma divindade indígena venerada em Manique de Baixo (Alcabideche), Actas das II Jornadas Arqueológicas, Lisboa, 2, 1974, 195-204.       Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

1975

J. d'Encarnação, Autenticidade em Epigrafia – as inscrições de Cuba e Vila Nova da Baronia, Arquivo de Beja 28-32, 1971-1975, 57-62.       Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, O museu e a informação, Museus, para quê?, en Actas do Colóquio APOM 75, Figueira da Foz, 1975, 41-46.       Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

1976

J. d'Encarnação, Uma árula a Banduaetobrigusadditamentum, Conimbriga 15, 1976, 139-146.

1977

J. d'Encarnação, A inscrição latina de Alcoitão, Setúbal Arqueológica 2-3, 1976-1977, 471-475.

J. d'Encarnação, Inscriptions ma1 connues du conventus Pacensis − Cinq plaques funéraires du Musée d'Elvas (Portugal), Conimbriga 16, 1977, 45-57.

J. d'Encarnação, Epigrafia romana do Nordeste alentejano – Nisa, Torre de Palma e Silveirona, Conimbriga 16, 1977, 59-82.

1978

J. d'Encarnação, Notas sobre a epigrafia romana de Évora, Humanitas 29-30, 1977-1978, 75-97.         Universidade de Coimbra. Faculdade de Letras.

J. d'Encarnação, Estelas romanas inéditas do Sudoeste alentejano, Conimbriga 17, 1978, 41-53.

J. d'Encarnação, Epigrafia da Museu Nacional de Arqueologia e Etnologia, en Actas das III Jornadas Arqueológicas 1977, Lisboa, 1978, 209-224.

1979

J. d'Encarnação, Notas sobre a epigrafia romana de Coimbra, Actas das I Jornadas do Grupo de Arqueologia e Arte do Centro, Coimbra, 1979, 171-180.       Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

1980

J. d'Encarnação, O progresso da epigrafia romana do NW peninsular (1970-78), en Actas do Seminário de Arqueologia do Noroeste Peninsular, Guimarães, 1980, vol. 3, 43-66.

J. d'Encarnação, Património arqueológico – Perspectivas para uma política, Arquivo de Cascais 1, 1980, 83-89.

J. d'Encarnação, O Mosaico do Oceano de Faro – A inscrição, Anais do Município de Faro 10, 1980, 231-232.

1981

J. d'Encarnação, Epigrafia – contributo para o estudo da romanização, Trebaruna 1, 1981, 47-49.

J. d'Encarnação, A religião não-oficial nas colónias e municípios da Lusitânia durante o Alto Império, Memórias de Historia Antigua 5, 1981, 19-31.      Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.          Texto original en Dialnet. Universidad de La Rioja.

1982

J. d'Encarnação – Guilherme Cardoso, Caparide ao tempo dos Romanos – uma inscrição inédita, Arquivo de Cascais 3, 1981-82, 87-97.      Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação – Guilherme Cardoso – Jeannette Nolen, A villa romana do Alto do Cidreira, em Cascais, Arquivo de Cascais 4, 1982, 9-27.     Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, O ensino da Epigrafia em Portugal, Munda 3, Maio 1982, 23-26.

J. d'Encarnação – Manuel Leitão, A propósito das inscrições de Sarzedas e Sertã, Conimbriga 21, 1982, 127-133.   [com post-scriptum de actualização em 2012]     Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação – Francisco Geraldes, Júpiter Supremo Sumo – uma inscrição inédita de Orjais (Covilhã), Conimbriga 21, 1982, 135-142.

J. d'Encarnação, Textos fragmentados em honra de Endovélico, Ficheiro Epigráfico 3, 1982, n.º 10.

J. d'Encarnação, Um texto honorífico de Alcácer do Sal (conventus Pacensis), Ficheiro Epigráfico 4, 1982, n.º 13.

J. d'Encarnação, Uma estela do Museu de Évora (conventus Pacensis), Ficheiro Epigráfico 4, 1982, n.º 14.

J. d'Encarnação – J. Candeias Silva, Catálogo da epigrafia romana de Abrantes, Abrantes 1 1982 21-38.

J. d'Encarnação, O Museu Didáctico do Instituto de Arqueologia da Faculdade de Letras de Coimbra − realidade e perspectivas, en Museus Universitários (Actas do Colóquio APOM 78), Lisboa, 1982, 53-57.

J. d'Encarnação, Epitáfio de Euprepes, Clio 4, 1982,141-142.

1983

J. d'Encarnação, Ara votiva de Cascais, Ficheiro Epigráfico 6, 1983, n.º 24.

J. d'Encarnação, Epigrafia, Arqueologia 7, Junho 1983 (ficha extratexto).

1984

J. d'Encarnação, Reflexões sobre a epigrafia romana de Ossónoba, Conimbriga 23, 1984, 169-206.

J. d'Encarnação, Épigraphie funéraire du conventus Pacensis – Un essai de distribution géo-sociologique des types de monuments, en Épigraphie Hispanique – Problèmes de Méthode et d’Édition, Paris, CNRS, 1984, 297-300.      Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, L'épigraphie au Portugal, en Épigraphie Hispanique – Problèmes de Méthode et d’Édition, Paris, CNRS, 1984, 353-354.

J. d'Encarnação, Pinho Brandão, epigrafista, Lucerna 1984, 203-211.

J. d'Encarnação – Guilherme Cardoso, Subsídios para a carta arqueológica da concelho de Cascais, Arquivo de Cascais 5, 1984, 23-30.

J. d'Encarnação, Epigrafia, uma leitura diferente, Munda 7, Maio 1984, 31-35.

J. d'Encarnação, A população romana de Tróia, Património 2, 1984, 15-17.

J. d'Encarnação, Placa funerária de Vibia Máxima, Ficheiro Epigráfico 10, 1984, n.º 43.

1985

J. d'Encarnação, Ara votiva a Triborunnis, Ficheiro Epigráfico 14, 1985, n.º 59.

Guilherme Cardoso – J. d'Encarnação, Cupa de Alcabideche, Ficheiro Epigráfico 15, 1985, n.º 68.

J. d'Encarnação, O culto ao Génio no Noroeste peninsular, Cadernos de Arqueologia série II.2, 1985, 41-49.      Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Reflexões sobre a epigrafia romana de Ossónoba, Anais do Município de Faro 15, 1985, 125-132. [Versão actualizada do texto inserto in Conimbriga 23, 1984, 169-206].

J. d'Encarnação – Jorge Alarcão, L'activité archéologique au Portugal, Nouvelles de l'Archéologie 21, Automne 1985, 16-18.

1986

J. d'Encarnação, Omissão dos teónimos em inscrições votivas, en Studia Palaeohispanica. Actas del IV Coloquio sobre lenguas y culturas paleohispánicas. Vitoria 1985. Veleia 2-3, 1985-86, 305-310.      Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Estela funerária de Castro Verde, Ficheiro Epigráfico 18, 1986, n.º 82.

J. d'Encarnação, Sagaius – um novo gentilício romano documentado em Casével (Castro Verde), Arquivo de Beja, 2.ª série, 3, 1986, 133-140.

J. d'Encarnação, Indigenismo e romanização na Lusitânia, Biblos 62, 1986, 451-464.

J. d'Encarnação, Inscrições romanas do conventus Pacensis – Aditamento, Trabalhos de Arqueologia do Sul 1, 1986, 99-109.      Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Para uma história do turismo no Estoril, III Congresso Nacional de Turismo – Documentos, Porto 1986, 64-73. [Reproduzido no jornal A Zona (Cascais), nas edições de: 13-11-1991 (p. 4-5), 27-11-1991 (p. 2), 11-12-1991 (p. 2); 24-12-1991 (p. 10 e 11); 15-01-1992 (p. 15)].         Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

1987

J. d'Encarnação, Religião e cultura na Évora dos Romanos, en A Cidade de Évora 69-70, 1986-1987, 5-19. [= Religião e cultura na epigrafia de Liberalitas Iulia (Subsídios para o estudo), en Les Villes de Lusitanie Romaine, Paris, 1990, 233-253].        Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, A população romana do litoral algarvio, Anais do Município de Faro 17, 1987, 57-75.

J. d'Encarnação, A população romana do Nordeste alentejano, 1as Jornadas de Arqueologia do Nordeste Alentejano 85 – Actas, Castelo de Vide, 1987, 167-170.

J. d'Encarnação, Um elogio político: Cascais visto por Frei Nicolau de Oliveira, Arquivo de Cascais 6, 1987, 85-97.        Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Cascais ao tempo dos Romanos – balanço de uma exposição itinerante, A Escola Vai ao Museu (Actas do Colóquio APOM/87), Lisboa, 1987, 91-97.

J. d'Encarnação, Monumento funerário posto a descoberto em Santa Margarida do Sado (Ferreira do A1entejo), Anais da Real Sociedade Arqueológica Lusitana, 2.ª série, vol. 1, 1987, 29-36 [transcrição, com alterações, do artigo publicado no Diário do Alentejo de 16-5-1986].        Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Divindades indígenas da Lusitânia, Conimbriga 26, 1987, 5-37. [Versão actualizada do texto inserto in Os Portugueses e o Mundo, Porto, 1989, 6, 103-115].        Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

1988

J. d'Encarnação, Aureliano homenageado em Miróbriga, Arqueologia e História, série 10, vol. 1/2, tomo 1, 1984-1988, 103-107.

J. d'Encarnação, Miliário de Severo Alexandre em Campo Maior, Ficheiro Epigráfico 25, 1988, n.º 115.

J. d'Encarnação, Epitáfio de Calaetica, de Vila Boim, Ficheiro Epigráfico 25, 1988, n.º 116.

J. d'Encarnação, Placa funerária do Redondo, Ficheiro Epigráfico 25, 1988, n.º 117.

J. d'Encarnação – José Beleza Moreira, Invulgar monumento funerário romano encontrado em Porto de Mós, Leiria, Portugal), Primer Congreso Peninsular de Historia Antigua Actas, Santiago de Compostela, 1988, 3, 5-10.

J. d'Encarnação, Epigrafia em Portugal, ciência antiga, rumos novos, Arqueologia 17, Junho 1988, 204-207 [versão actualizada do texto inserto in Os Portugueses e o Mundo, Porto, 1989, 6, 149-155].

J. d'Encarnação, Divindades indígenas peninsulares: problemas metodológicos do seu estudo, en J. González – J. Arce (ed.), Estudios sobre la Tabula Siarensis (Madrid 6-10 de Mayo de 1986), Madrid, CSIC, 1988 (Anejos de Archivo Español de Arqueología 9), 261-276.       Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Ficheiro Epigráfico – uma experiência em curso em Portugal, Trabalhos de Antropologia e Etnologia 27, 1988, 245-247.

J. d'Encarnação, Fragmento de placa funerária de S. Miguel de Machede, Ficheiro Epigráfico 26, 1988, n.º 120.

J. d'Encarnação, Fragmento de placa funerária, Ficheiro Epigráfico 28, 1988, n.º 130.

J. d'Encarnação, Inscrição monumental de Pax Iulia, Ficheiro Epigráfico 29, 1988, n.º 131.

J. d'Encarnação, Estela funerária de Fortios (Portalegre), Ficheiro Epigráfico 29, 1988, n.º 132.

J. d'Encarnação, Ara funerária de Tavira, Ficheiro Epigráfico 29, 1988, n.º 133.

J. d'Encarnação, Estela funerária de Aramenha (Marvão), Ficheiro Epigráfico 29, 1988, n.º 134.

J. d'Encarnação, A propósito do Colóquio Manuel de Boaventura (Esposende, 1985), Portugália n. s. 9-10, 1988-1989, 115-117.

J. d'Encarnação, [Recensão a:] Patrizia Sabbatini Tumolesi, Epigrafia anfiteatrale dell'Occidente Romano, Conimbriga 27, 1988, 203-220.       Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

1989

J. d'Encarnação, Fragmento de estela funerária de Reguengos de Monsaraz, Ficheiro Epigráfico 30, 1989, n.º 136.

J. d'Encarnação, Fragmento de placa epigrafada de Freiria, Ficheiro Epigráfico 30, 1989, n.º 137.

J. d'Encarnação, Divindades indígenas da Lusitânia, in Os Portugueses e o Mundo, Porto, 1989, 6, 103-115. [Primeira versão do texto inserto in Conimbriga 26 1987 5-37].

J. d'Encarnação, Epigrafia em Portugal – ciência antiga, rumos novos, Actas da Conferência Internacional Os Portugueses e o Mundo, Porto, 1989, 6, 149-155 [primeira versão do texto inserto in Arqueologia 17, Junho 1988, 204-207].

J. d'Encarnação, Património: raízes do nosso porvir, Um Olhar sobre Cascais através do Seu Património 1, 1989, 25-46.

José Beleza Moreira – J. d'Encarnação, Epitáfio de Placídio Sabino, Ficheiro Epigráfico 32, 1989, n.º 144..

José Beleza Moreira – J. d'Encarnação, Uma epígrafe romana de São Simão de Litém. Ficheiro Epigráfico 32, 1989, n.º 145.

J. d'Encarnação, Árula consagrada a Sálus, Ficheiro Epigráfico 33, 1989, n.º 149.

J. d'Encarnação, Inscrição votiva de Ninho do Açor, Ficheiro Epigráfico 33, 1989, n.º 150

J. d'Encarnação, Uma homenagem a Agripina, mulher de Germânico, Conimbriga 28, 1989, 157-167.       Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Indigenismo e romanização na epigrafia de Viseu, Actas do 1º Colóquio Arqueológico de Viseu, Viseu 1989, 315-323.

J. d'Encarnação, A Arqueologia na modificação da paisagem, Biblos 65, 1989, 201-220.

J. d'Encarnação, A população romana de Campo Maior, Trabalhos de Antropologia e Etnologia 29, 1989, 315-323.

1990

J. d'Encarnação, Religião e cultura na epigrafia de Liberalitas Iulia (Subsídios para o estudo), en Les Villes de Lusitanie Romaine, Paris, 1990, 233-253. [= Religião e Cultura na Évora dos Romanos, A Cidade de Évora 69-70, 1986-1987, 5-19].

J. d'Encarnação, Capítulo IV (A demografia do período romano), em Jorge de Alarcão (coord.), Nova História de Portugal, vol. I Portugal das Origens à Romanização, Lisboa, 1990, 395-408.

J. d'Encarnação, Capítulo VI (A religião do período romano), em Jorge de Alarcão (coord.), Nova História de Portugal, vol. I Portugal das Origens à Romanização, Lisboa, 1990, 442-461.

J. d'Encarnação, Epigrafia romana de Moura, en Moura na Época Romana, Câmara Municipal de Moura, 1990, 41-59.       Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Epigrafia romana do Museu Municipal de Moura, en S. Macías (coord.), Moura na Época Romana, Câmara Municipal de Moura, 1990, 65-74.       Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação – Guilherme Cardoso, Cascais no tempo dos Romanos, Revista de Arqueologia da Assembleia Distrital de Lisboa, 1, 1990, 59-74.

J. d'Encarnação – Guilherme Cardoso, Uma sondagem de emergência no Casal do Geraldo (Estoril – Cascais), Arquivo de Cascais 9, 1990, 45-62.

Artur Corte-Real – J. d'Encarnação, Homenagem a Sula Lucrião (Aegitania), Ficheiro Epigráfico 34, 1990, n.º 153.

José Rafael Correia da Silva – J. d'Encarnação, Uma placa monumental de Ponte de Sor (Aritium Vetus, Conventus Scallabitanus), Ficheiro Epigráfico 36, 1990, n.º 162.

J. d'Encarnação, Epitáfio procedente de Santiago do Litém (Conventus Scallabitanus), Ficheiro Epigráfico 36, 1990, n.º 163.

1991

J. d'Encarnação, A necrópole romana da Quinta de Marim (Olhão): a onomástica enquanto índice sociocultural, Anais do Município de Faro 21, 1991, 229-241.       Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Um futuro para o nosso passado, Brigantia 11.1-2, Janeiro-Junho 1991, 127-134.       Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Uma ara votiva romana identificada na capela da Senhora da Ribeira, Brigantia 11.3-4, 1991, 121-125.

J. d'Encarnação, Da invenção de inscrições pelo humanista André de Resende, Biblos 67, 1991, 177-205.
Cf. «Politicamente falsários», capítulo do livro, de José d'Encarnaçao, Estudos sobre Epigrafia, Minerva, Coimbra, 1998, pp. 29-56. ISBN: 972-8318-34-0. É a reprodução de: «Da invenção de inscrições pelo humanista André de Resende», Biblos 67 1991 177-205.       Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

Maria da Conceição Lopes – J. d'Encarnação, Epitáfio romano achado em Tornada (Caldas da Rainha) (Conventus Scallabitanus), Ficheiro Epigráfico 37, 1991, n.º 170.

Rogério Carvalho – J. d'Encarnação, Ara a Júpiter encontrada em Freixial do Campo, Ficheiro Epigráfico 39, 1991, n.º 175.

Rogério Carvalho – J. d'Encarnação, Ara votiva de Ninho do Açor, Ficheiro Epigráfico 39, 1991, n.º 176.

Rogério Carvalho – J. d'Encarnação, Uma placa funerária do Museu de Castelo Branco, Ficheiro Epigráfico 39, 1991, n.º 177.

J. d'Encarnação, Perspectivas para um Curso de Museologia na Faculdade de Letras de Coimbra, Ethnologia 6, Julho-Dezembro 1991, 69-74. [Actas do Encontro Universitário Luso-espanhol sobre a Investigação e o Ensino na Área da Museologia, Cascais, 27 e 28.05.1998].

Guilherme Cardoso – J. d'Encarnação, Certezas e incertezas no estudo da villa romana de Freiria, Arquivo de Cascais 10, 1991, 15-26.

J. d'Encarnação, O Nordeste alentejano ao tempo dos Romanos – Balanço e perspectivas da investigação, Conimbriga 30, 1991, 23-37.

J. d'Encarnação, Conviver hoje com os Romanos de ontem, Boletim de Estudos Clássicos 15, Junho 1991, 109-113.         Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

1992

J. d'Encarnação, Culto e sociedade na Salácia romana, Religio Deorum (Actas del Coloquio Internacional de Epigrafia Culto y Sociedad en Occidente Tarragona, 6-8.10.1988), Sabadell, sem data [1992], 161-169.

J. d'Encarnação, A propósito de um grafito romano achado no Castro de Alvarelhos, Santo Tirso Arqueológico, 2, 1992, 7-14.

Francisco Sande Lemos – J. d'Encarnação, Ara votiva a Bandu Vordeaeco¸ Ficheiro Epigráfico 40, 1992, n.º 179.

J. d'Encarnação – Guilherme Cardoso, A villa romana de Freiria e o seu enquadramento rural, Studia Historica – Historia Antigua, 10-11, 1992-1993, 203-217 [Revisto e reeditado in Revista de Arqueologia da Assembleia Distrital de Lisboa 2 1995 51-62].

M.ª M Alves Dias – J. d'Encarnação, Addenda et corrigenda, FE 40, 1992, s/p.

1993

J. d'Encarnação, A ordem imperial romana (10.º ano – 1.3.2), en O Estudo da História (Boletim da Associação dos Professores de História), 12-15, 1990-1993, vol. I,. 609-613.

J. d'Encarnação, Grafito da Citânia da Raposeira (Conventus Scallabitanus), Ficheiro Epigráfico 45, 1993, n.º 204. [De colab. com Clara Portas). [= AE 1993, 889].

J. d'Encarnação, L’épigraphie du village à l’extrême Occident d’Hispania, en A. Calbi – A. Donati – G. Poma (eds.), L’Epigrafia del Villaggio, (Actas do VII Colloquio Internazionale sul Tema L’Epigrafia del Villaggio, organizado em Forlì, em 27-30.09.1990), Faenza, 1993, 237-259.       Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Interpretatio romana – quelques questions à propos de l’acculturation religieuse en Lusitanie, en J. Untermann – F. Villar (eds.), Lengua y Cultura en la Hispania prerromana. Actas del V Coloquio sobre lenguas y culturas prerromanas de la Península Ibérica. Colonia 1989, Salamanca 1993, 281-287.       Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Monumentos epigráficos romanos no Museu Municipal Dr. Santos Rocha (Figueira da Foz – Portugal), en Archeologia ed Ambiente Naturale: Prospettive di Cooperazione tra le Autonomie Locali nel Sud dell’Europa, Amministrazione Provinziale di Nuoro (Sardegna), 1993, 220-223.       Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, A investigação sobre o período romano em Portugal, Euphrosyne n. s. 21, 1993, 461-465.

J. d'Encarnação, Decreto decurionum – algumas notas sobre o mecanismo decisório municipal na Hispânia romana, en Ciudad y comunidad cívica en Hispania, siglos II y III d.C. Actes du colloque organisé par la Casa de Velázquez et par le Consejo Superior de Investigaciones Científicas. Madrid 25-27 janvier 1990, Madrid 1993, 59-64.

J. d'Encarnação, A propósito de ‘religiões pré-romanas’, Aurea Saecula (Studia Paleohispanica et Indogermanica J. Untermann ab amicis hispanicis oblata) 10, 1993, 129-138.       Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Ara dedicada a Júpiter em Bracara Augusta, Ficheiro Epigráfico 44, 1993, n.º 196.       Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação – José Beleza Moreira, Três estelas romanas de Porto de Mós, Ficheiro Epigráfico 45, 1993, n.º 201.

J. d'Encarnação – Lino Augusto Tavares Dias, Grafito procedente do Castro de Alvarelhos (Conventus Bracaraugustanus), Ficheiro Epigráfico 45, 1993, n.º 203.

J. d'Encarnação – Clara Portas, Grafito da Citânia da Raposeira (Conventus Scallabitanus), Ficheiro Epigráfico 45, 1993, n.º 204.

J. d'Encarnação – Francisco de Sande Lemos, Marca SABINI numa tijoleira de Braga (Conventus Bracaraugustanus), Ficheiro Epigráfico 45, 1993, n.º 205.

J. d'Encarnação, Arqueologia e Epigrafia: uma complementaridade a potenciar, Trabalhos de Antropologia e Etnologia 33.1-2, 1993, 313-327.       Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

1994

J. d'Encarnação, Monumentos epigráficos romanos no Museu Municipal Dr. Santos Rocha (Figueira da Foz – Portugal), Conimbriga 32-33, 1993-1994, 295-302.       Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação – António. J. N. Monteiro, A propósito de uma inscrição latina em Santiago da Guarda (Ansião), Conimbriga 32-33, 1993-1994, 295-302 [Também publicado in II Colóquio sobre História de Leiria e Sua Região – Actas, Leiria, 1995, 151-158].

J. d'Encarnação, No centenário da publicação das Religiões da Lusitânia: nacionalismo em Leite de Vasconcelos, O Arqueólogo Português 11/12 (série IV), 1993-1994, 35-42.       Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Para uma gestão inteligente do património arqueológico, I Curso de Gestão do Património Cultural – Comunicações, CEFA, Coimbra, 1994, 71-91.       Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação – Guilherme Cardoso, Três anos de intervenções arqueológicas em Cascais, V Jornadas Arqueológicas da Associação dos Arqueólogos Portugueses – Actas, vol. I, Lisboa, 1994, 173-185.

J. d'Encarnação, Apostilas epigráficas, Humanitas 46, 1994, 217-230.       Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, La contribution de l’épigraphie à l’étude des divinités indigènes dans la péninsule ibérique, in Y. Le Bohec (coord.), L’Afrique, la Gaule, la Religion à l’Époque Romaine (Mélanges à la mémoire de Marcel Le Glay), Bruxelas, 1994, 551-559.

J. d'Encarnação – Rogério Carvalho, Inscrição rupestre romana procedente de Capinha, Trebaruna (Castelo Branco) 3, 1994, 43-53.

J. d'Encarnação – José Rafael Correia da Silva, Ara votiva identificada em Avis (Conventus Pacensis), Ficheiro Epigráfico 46, 1994, n.º 206.

T. Daniel Maciel – M. Justino Maciel – J. d'Encarnação, Ara a Belona, de Santa Eulália (Elvas) (Conventus Emeritensis), Ficheiro Epigráfico 46, 1994, n.º 207.

J. d'Encarnação – José Beleza Moreira, Placa monumental romana de Porto de Mós (Conventus Scallabitanus), Ficheiro Epigráfico 46, 1994, n.º 208.

J. d'Encarnação – João Cabral – Guilherme Cardoso, Cascais: um projecto de investigação em Arqueologia Urbana, Bracara Augusta 45, 1994, 151-160.

1995

J. d'Encarnação – Luísa Trindade, A águia numa epígrafe romana do Museu Regional de Évora, en A Cidade de Évora (Boletim de Cultura da Câmara Municipal), II série, 1, 1994-1995, 171-177.       Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, A colecção epigráfica de Mário Saa no Ervedal, Humanitas 47, 1995, 629-645.         Universidade de Coimbra. Faculdade de Letras.

J. d'Encarnação, Roma e as primeiras culturas epigráficas da Lusitânia Ocidental, en F. Beltrán Lloris (ed.), Roma y el nacimiento de la cultura epigráfica en Occidente. Actas del Coloquio Roma y las primeras culturas epigráficas del Occidente Mediterráneo. Zaragoza, 4 a 6 de noviembre de 1992, Zaragoza 1995, 255-269.      Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação – J. N. Monteiro, A propósito de uma inscrição latina em Santiago da Guarda (Ansião), en II Colóquio sobre História de Leiria e Sua Região – Actas, Leiria, 1995, 151-158 [Também publicado in Conimbriga 32-33, 1993-1994, 295-302].

J. d'Encarnação, Ara votiva da Colegiada (Castelo de Vide), Ficheiro Epigráfico 45, 1995, n.º 221.

J. d'Encarnação – José Rafael Correia da Silva, Peso de tear com grafito, Ficheiro Epigráfico 50, 1995, n.º 229.

J. d'Encarnação, Panorâmica e problemática geral da epigrafia rupestre em Portugal, en A. Rodríguez Colmenero – L. Gasperini (eds.), Saxa Scripta (inscripciones en roca). Actas del Simposio Internacional Ibero-Itálico sobre epigrafía rupestre. Santiago de Compostela y Norte de Portugal, 29 de junio a 4 de julio de 1992. Anejos de Larouco 2, Coruña 1995, 261-277.       Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Pelo nome os conhecereis (Subsídios para o estudo da população romana da região de Leiria), en II Colóquio sobre História de Leiria e Sua Região – Actas, Leiria, 1995, 141-149.

J. d'Encarnação, Arqueologia – investigação e património. Revista de Guimarães 105, 1995, 45-57.       Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Apostilas epigráficas – 2, Biblos, LXXI, 1995, 403-416.       Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação – Guilherme Cardoso, A villa romana de Freiria (Cascais) e o seu enquadramento rural, Revista de Arqueologia da Distrital de Lisboa, 2, 1995, 51-62. Assembleia. [Revisão e reedição do que fora publicado in Studia Historica – Historia Antigua, 10-11, 1992-1993, 203-217].

1996

J. d'Encarnação – Catarina Cunha Leal, Technique et métiers dans l’épigraphie romaine de l’Occident hispanique, en Mustapha Klanoussi – Paola Ruggeri – Cinzia Vismara (eds.), L’Africa Romana XI. Atti dell'XI convegno di studio. Cartagine, 15-18 dicembre 1994, Sassari 1996, 175-181.       Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Miliários da Geira: informação e propaganda, Cadernos de Arqueologia 12-13, 1995-1996, 39-43.       Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação – G. Cardoso – J. Cabral – Severino Rodrigues, Alguns tipos de ânforas identificados no concelho de Cascais, Ocupação Romana dos Estuários do Tejo e do Sado (Actas das Primeiras Jornadas sobre Romanização dos Estuários do Tejo e do Sado – Seixal, 13-15.12.1991), Lisboa, 1996, 193-197.

J. d'Encarnação, Epigrafia romana em Portugal – balanço e perspectivas da investigação, en Maurizio Fabbri (coord.), Portogallo e Italia: dialogo tra culture. Bolonha, 1996, 71-86.

J. d'Encarnação, Epigrafia Latina e História Romana, Phoînix (Rio de Janeiro) 1996, 101-108.

J. d'Encarnação, Libertos no termo da Egitânia romana, Materiais, II série n.º 0, Agosto 1996, vol. 2, 13-19.       Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Para uma historiografia da Antiguidade, en Miscellanea em Homenagem ao Professor Bairrão Oleiro, Lisboa, 1996 153-162.

J. d'Encarnação, Problemas em aberto na epigrafia mirobrigense, Conimbriga 35, 1996, 129-146.

J. d'Encarnação, Monumentos epigráficos romanos do Museu de Sines, Ficheiro Epigráfico 51, 1996.

1997

J. d'Encarnação, O sagrado e a sacralização dos espaços: ritos, mitos e a memória da morte, Noventa Séculos entre a Serra e o Mar, IPPAR, Lisboa, 1997, 414-427.

J. d'Encarnação, Lusitanos e Viseu: a propósito de duas obras recentes, en Actas do II Colóquio Arqueológico de Viseu, Viseu, 1997, 85-90.

J. d'Encarnação, Epigrafia e território, Espacio, Tiempo y Forma, série II, 10, 1997, 79-89.       Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Epigrafia e História de Roma, Máthesis 6, 1997, 33-39.

J. d'Encarnação, La recherche sur l'épigraphie romaine au Portugal, en Actes du Xe Congrès International d’Épigraphie Grecque et Latine (Nîmes, 4-9 Octobre 1992), Paris, Publications de la Sorbonne, 1997, 461-472.

J. d'Encarnação, Sobre a menção de profissões em Epigrafia, Munda 33, Maio 1997, 19-23.

J. d'Encarnação – Jeannette U. Smit-Nolen, Um grafito sobre a mulher de Úrbico, Ficheiro Epigráfico 55, 1997, n.º 252.

J. d'Encarnação – Jeannette U. Smit-Nolen, Um grafito romano de Torre de Palma, Ficheiro Epigráfico 55, 1997, n.º 253.

J. d'Encarnação – Jeannette U. Smit-Nolen, Grafito num púcaro de Torre de Palma, Ficheiro Epigráfico 55, 1997, n.º 254.

J. d'Encarnação – Jeannette U. Smit-Nolen, Um grafito romano da Tapada das Eirozes (Marco de Canaveses), Ficheiro Epigráfico 55, 1997, n.º 255.

J. d'Encarnação – Jeannette U. Smit-Nolen, Prato com grafito da Tapada das Eirozes (Marco de Canaveses), Ficheiro Epigráfico 55, 1997, n.º 256.

J. d'Encarnação – Rafael A. E. Alfenim, Placa funerária da Herdade da Fonte dos Frades, Ficheiro Epigráfico 56, 1997, n.º 259.

J. d'Encarnação – Rafael A. E. Alfenim, Placa funerária de Masónia Venéria, Ficheiro Epigráfico 56, 1997, n.º 260.

J. d'Encarnação – Lídia Fernandes, Urna cinerária romana da Praça da Figueira, Olisipo (Boletim do Grupo Amigos de Lisboa), 5, Dezº 1997, 15-19.

J. d'Encarnação, 'Epigrafia' y 'Letreiros, homens e deuses', en Maria da Conceição Lopes – Pedro C. Carvalho – Sofia M. Gomes, Arqueologia do Concelho de Serpa, Câmara Municipal de Serpa, 1997, p. 105-123 e 147-151 (respectivamente).       Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

1998

J. d'Encarnação, Religión indígena y religión popular, catálogo da exposição Hispania: El Legado de Roma (en el Año de Trajano), Saragoça, 1998, 269-273.

J. d'Encarnação – José Cardim Ribeiro, Divagações linguísticas em torno dum epitáfio romano reencontrado, Humanitas 50.1, 1998, 189-197.         Universidade de Coimbra. Faculdade de Letras.

J. d'Encarnação, Tempo romano e Alta Idade Média no território oeirense, 1º Ciclo de Estudos Oeirenses – Oeiras, a Terra e os Homens, Câmara Municipal de Oeiras, 1998, 73-79.

J. d'Encarnação, O domínio romano em Portugal. Notas sobre um livro recente, Homenaje a José Mª Blázquez (Hispania Romana II) – vol. V, Madrid, 1998, 133-146.

J. d'Encarnação – Maria da Conceição Lopes – António J. M. Silva, Un cadastre romain dans la région de Pax Iulia (Lusitanie)?, en Mustapha Klanoussi – Paola Ruggeri – Cinzia Vismara (eds.), L’Africa Romana XII. Atti dell'XII convegno di studio. Olbia, 12-15 dicembre 1996, Sassari 1998, 879-884.      Repositório Universidade do Minho.

J. d'Encarnação, O Instituto de Arqueologia da Universidade de Coimbra, Encontros Cem Anos de Arqueologia O Archeólogo Português – Actas, Vila do Conde, 1998, 63-66.          Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação – Lídia Fernandes, Sobre uma inscrição romana da Rua da Madalena, em Lisboa, Olisipo II série n,º 7, Dez. 1998, 7-12.

A. Lourenço Correia – J. d'Encarnação – L. M. Silva Pinho, Ara a Júpiter de Ovadas (Resende), Ficheiro Epigráfico 58, 1998, n.º 267.       Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

1999

J. d'Encarnação, O estudo da História Antiga em Portugal, Raízes Greco-latinas da Cultura Portuguesa (Actas do I Congresso da APEC), Coimbra, 1999, 33-40.

J. d'Encarnação, Notas sobre teonímia pré-romana, Pueblos, Lenguas y Escrituras en la Hispania Prerromana (Actas do VII Colóquio sobre Línguas e Culturas Paleo-hispânicas), Salamanca, 1999, 405-407.       Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Onomástica lusitana e cultura latina num monumento funerário de Serpa, Pueblos, Lenguas y Escrituras en la Hispania Prerromana (Actas do VII Colóquio sobre Línguas e Culturas Paleo-hispânicas), Salamanca, 1999, 409-411.       Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação – Guilherme Cardoso, Economia agrícola da região de Olisipo: o exemplo do lagar de azeite da villa de Freiria, Économie et Territoire en Lusitanie Romaine, Madrid, 1999, 391-401.

J. d'Encarnação, O ensino da Epigrafia, Arqueologia e História, 51, 1999, 197-203.

J. d'Encarnação, Abade de Baçal, epigrafista, Actas do Colóquio O Abade de Baçal, Bragança, 1999, 17-23. [saiu incompleto].

2000

J. d'Encarnação, “Religiões da Lusitânia” de Leite de Vasconcelos, Boca do Inferno, Cascais, 5, Maio de 2000, 136-146.       Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Epigrafia e Etnologia – Acordes para Viegas Guerreiro, Stilus 3, Dezembro 2000, 91-96.

J. d'Encarnação – Guilherme Cardoso, Arruda dos Vinhos: a privileged root, Pan-european Cultural Corridors: Itineraries on Ancient Trade Roots, Valencia, 2000, 155-172.

J. d'Encarnação – Pedro Quintas Filipe, Estela funerária de Póvoa e Meadas (Conventus Emeritensis), Ficheiro Epigráfico, 64, 2000, inscrição n.º 290.

J. d'Encarnação – Guilherme Cardoso, Cipo funerário romano do Cadaval (Conventus Scallabitanus), Ficheiro Epigráfico, 65, 2000, inscrição n.º 293.       Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação – Maria João Pina, Cupa de Ferreira do Alentejo (Conventus Pacensis), Ficheiro Epigráfico, 65, 2000, inscrição n.º 295.       Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, L’Africa et la Lusitania: trois notes épigraphiques, en Mustapha Klanoussi – Paola Ruggeri – Cinzia Vismara (eds.), L’Africa Romana XIII. Atti dell'XIII convegno di studio. Djerba 1998, Roma 2000, 1291-1298.      Repositório Universidade do Minho.

J. d'Encarnação – Guilherme Cardoso, Notas sobre a ocupação proto-histórica na villa  romana de Freiria, Revista de Guimarães, volume especial 2 (Actas do Congresso de Proto-História Europeia), Guimarães, 2000, 741-757.       Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Morrer aos 40 anos na Lusitânia romana, en J.-G. Gorges - T. Nogales (eds.), Sociedad y Cultura en Lusitania Romana, Mérida, 2000, 241-247.      Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Os indígenas na epigrafia da Beira Interior, Beira Interior – História e Património (Actas), Guarda, 2000, 151-158.

J. d'Encarnação, Tibério Semprónio Graco (162-133 a. C.): entre o voo das águias e a voracidade dos abutres, Espacio Tiempo y Forma, série II (História Antigua), 13, 2000, 219-228.       Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Recensão a Itinéraires Lusitaniens (ed. de R. Étienne e F. Mayet, Paris, 1997), en Revista Portuguesa de Arqueologia 3.1, 2000,  229-232.       Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

2001

J. d'Encarnação, Capitéis romanos: estrutura, estética, simbolismo, Portugalia, 2000-2001, 283-289.       Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Teonímia da Lusitânia romana, en Francisco Villar – M.ª Pilar Fernández Álvarez (eds.), Religión, Lengua y Cultura Prerromanas de Hispania, Salamanca, 2001, 363-372.       Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Des nouveaux textes, les directions nouvelles de la recherche épigraphique en Lusitanie romaine, Varia Epigraphica (Atti del Colloquio Internazionale di Epigrafia, Bertinoro, 2000), Faenza, 2001, 237-248.

J. d'Encarnação – António N. Sá Coixão, Epigrafia rupestre de Numão, Saxa Scripta – Actas do III Simpósio Ibero-Itálico de Epigrafia Rupestre, Viseu, 2001, 199-208.       Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação – Rogério Carvalho, Árula votiva de Escalos de Cima, Ficheiro Epigráfico, 66, 2001, inscrição n.º 296.       Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação – T. Daniel Maciel – M. Justino Maciel, Árula votiva de Miranda (Conventus Bracaraugustanus), Ficheiro Epigráfico 66, 2001, inscrição n.º 297.       Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação – Maria da Conceição Lopes, Placa funerária de Santa Maria (Beja) (Conventus Pacensis), Ficheiro Epigráfico 66, 2001, inscrição n.º 298.       Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação – Luís M. da Silva Pinho, Inscrição rupestre de Cinfães (Conventus Scallabitanus), Ficheiro Epigráfico 66, 2001, inscrição n.º 299.       Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, A epigrafia romana do País Valenciano, Studia Philologica Valentina 5 (Hom. Corell), 2001, 43-51.

J. d'Encarnação – Joaquim Candeias Silva, Árula votiva encontrada em Abrantes, Ficheiro Epigráfico 67, 2001, inscrição n.º 301.       Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação – José R. C. da Silva, Uma estela funerária de Ammaia, Ficheiro Epigráfico, 67, 2001, inscrição n.º 303.       Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação – Guilherme Cardoso, Estela funerária de Santiago dos Velhos, Ficheiro Epigráfico, 68, 2001, inscrição n.º 305.       Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.       Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação – Guilherme Cardoso – Isabel Luna, Inscrição funerária da Serra de S. Julião, Ficheiro Epigráfico, 68, 2001, inscrição n.º 306.       Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.       Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Estela das Ferrarias (Torres Vedras), Ficheiro Epigráfico, 68, 2001, inscrição n.º 307.       Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.       Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação – Rogério Carvalho, Ara anepígrafa de Monsanto, Ficheiro Epigráfico, 68, 2001, inscrição n.º 308.

J. d'Encarnação, A Comunicação Social regional e local perante os desafios do século XXI, en De Gutenberg ao Terceiro Milénio (Congresso Internacional de Comunicação – Actas), Lisboa, Universidade Autónoma de Lisboa, 20-7-2001, 485-490. Também publicada praticamente na íntegra in Jornal da Costa do Sol, 27.04.2000, 12.       Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

2002

J. d'Encarnação, A história de uma escrava romana, Al’ulyã (Revista do Arquivo Histórico Municipal de Loulé), vol. 8, 2001-2002, 23-33.

J. d'Encarnação, Da imaginação e do rigor, Estudos Arqueológicos de Oeiras, 10, 2001-2002, 387-404.       Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Núcleo romano, Roteiro da Exposição Permanente do Museu Arqueológico do Carmo, Lisboa, 2002, 57-61.

J. d'Encarnação, O epitáfio, vitória sobre a morte, In Honorem Belarmino Afonso, Bragança, 2002, 279-291.

J. d'Encarnação, Das religiões e das divindades indígenas na Lusitânia, Religiões da Lusitânia – Loquuntur Saxa, Museu Nacional de Arqueologia, Lisboa, 2002, 11-16. ISBN: 972-776-148-8.       Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação – João Carlos Lázaro Faria, O santuário romano e a defixio de Alcácer do Sal, in J. Cardim Ribeiro (coord.), Religiões da Lusitânia – Loquuntur Saxa, Lisboa, Museu Nacional de Arqueologia, 2002, 259-263.       Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Túmulo sumptuoso para o aquilifer Flavius Quadratus (CIL II 266), Aquila Legionis, 2, 2002, 19-32. [Publicada também, com algumas alterações e sob o título Uma interessante inscrição romana de Laveiras (Oeiras), in Estudos Arqueológicos de Oeiras, 10, 2001-2002, 405-413].       Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, O sexo dos deuses romanos, Scripta Antiqua, Valladolid, 2002, 517-525.      Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Convergência e cisão na génese do Império Romano, Humanitas 54, 2002, 231-243.       Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, André de Resende, epigrafista, en Cataldo & André de Resende – Congresso Internacional do Humanismo Português, Lisboa, 2002, 305-310.       Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Salacia et l’Afrique à l’époque impériale, en Mustapha Klanoussi – Paola Ruggeri – Cinzia Vismara (eds.), L'Africa romana 14. Lo spazio maritimo del Mediterraneo occidentale: geografia storica ed economia. Atti del XIV convegno di studio. Sassari, 7-10 dicembre 2000, Roma 2002, 1499-1505.      Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Um século de arqueologia romana em Portugal, Arqueologia & História, vol. 54, 2002, 195-201.

J. d'Encarnação, Epigrafia: leituras novas de um livro eterno, en As Oficinas da História, Coimbra, 2002, 99-102.

J. d'Encarnação – Guilherme Cardoso – João Cabral, De convento a casa de veraneio (Aspectos arqueológicos no estudo do convento de N.ª Sr.ª da Piedade, de Cascais), 3.º Encontro de Arqueologia Urbana (Actas), Câmara Municipal de Almada, Outubro de 2002, 213-229.

2003

J. d'Encarnação, A menção da tribo nas epígrafes – identificação e territorialidade, Anas 15-16. 2002-2003. 127-131. [Distribuído em Nov. 2005].      Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital

J. d'Encarnação, A História vista através dos azulejos, en A História Tal Qual se Faz, Lisboa, Fevº 2003, 135-141.

J. d'Encarnação, Euge, victores! Ou le culte de l’ambigüité, en Serta Antiqua et Mediaevalia, VI, Roma, 2003, 167-173.

J. d'Encarnação, Muros velhos, eloquentes letras…, en Quarto Encontro de Arqueologia Urbana, Amadora, 2003, 187-193.

J. d'Encarnação, Quão importantes eram as gentes!…, en Tavira – Território e Poder, Lisboa, Museu Nacional de Arqueologia, 2003, 95-104.

J. d'Encarnação, Arqueologia, Arquitectura e Património (Achegas para uma coexistência pacífica), Trabalhos de Antropologia e Etnologia, 43.3-4, 2003, 73-82.      Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação – J. R. C. da Silva, Uma estela funerária romana de Ammaia reencontrada (IRCP 622), Humanitas 55, 2003, 335-340.         Universidade de Coimbra. Faculdade de Letras.

J. d'Encarnação, Sobre a epigrafia romana do Algarve, en Xelb [Silves] 4, 2003, 151-160.

J. d'Encarnação, Onomástica y religión, in GRUPO MÉRIDA, Atlas Antroponímico de la Lusitania Romana, Mérida-Bordéus, 2003, 425-427.

J. d'Encarnação, Da ambiguidade e da certeza, Conimbriga 42, 2003, 117-128.      Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

Barata, Maria FilomenaJ. d'Encarnação, [Recensão a:] Ludi Romani (Espectáculos en Hispania Romana), Conimbriga 42, 2003, 237-242.      Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

2004

J. d'Encarnação, A menção da origo nas epígrafes romanas [= A epígrafe latina como elemento didáctico (XV)], Estudos Clássicos – Boletim, 41 (Junho 2004), 43-47.      Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, A inscrição olisiponense das termas dos Cássios (CIL II 191) [= A epígrafe latina como elemento didáctico (XVI), Estudos Clássicos – Boletim, 42, Dezº 2004, 131-136.      Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Devoção e política em algumas cidades da Lusitânia, S. Armani – B. Hurlet-Martineau – A. U. Stylow (eds.), Epigrafía y sociedad en Hispania durante el Alto Imperio: estructuras y relaciones sociales (Acta Antiqua Complutensia 4), Ed. Universidad de Alcalá de Henares - Casa de Velázquez, Madrid 2004, 203-207. ISBN 84-8138-590-5.

J. d'Encarnação, História Antiga, Universidade e público…, en Cl. Auliard – L. Boudiou (dir.), Au Jardin des Hespérides – Histoire, Société et Épigraphie des Mondes Anciens (Mélanges offerts à Alain Tranoy), Presses Universitaires de Rennes, 2004, 209-215.

J. d'Encarnação, As manifestações religiosas, fonte para o estudo das comunicações – três exemplos, en J.-G. Gorges – E. Cerrillo – T. Nogales (eds), V Mesa Redonda Internacional sobre Lusitania Romana: Las Comunicaciones, Madrid, 2004, 293-296.

J. d'Encarnação, Sobrevoando a Lusitânia, en J.-G. Gorges – E. Cerrillo – T. Nogales (eds), V Mesa Redonda Internacional sobre Lusitania Romana: Las Comunicaciones, Madrid, 2004, 539-547.

J. d'Encarnação, Emerita e civitas Igaeditanorum: uma relação bem registada na epigrafia, Eburobriga 1, 2004, 57-60. ISSN 1645-9687.      Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital

J. d'Encarnação, Bandeira Ferreira, um labor de epigrafista, Boletim da Sociedade de Geografia de Lisboa, série 122ª, n.º 1-12, Jan.º/Dez 2004, 111-120.      Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

2005

J. d'Encarnação, Mães e filhos passeando por entre epígrafes, in M. ª Carmen Sevillano et alii (edits.), El Conocimiento del Pasado. Una Hierramienta para la Igualdad, Salamanca, 2005, 101-113.      Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Fronteiras linguísticas, fronteiras intelectuais: o testemunho dos monumentos epigráficos da Lusitânia romana, en C.K. Nobre -  F. Cerqueira - K.M.P. Pozzer (eds.), Fronteiras e Etnicidade no Mundo Antigo 15 a 19 de setembro de 2003. Anais do V Congresso da Sociedade Brasileira de Estudos Clássicos. Pelotas,Editora e Gráfica Universitária UFPEL, 2005, 219-232. ISSN 1808-4303.       Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

Armandino Cunha – J. d'Encarnação – Francisco Sande Lemos, Ara aos Lares Viales, de Bracara Augusta, en Forum 37, Jan-Jun 2005, 147-155.      Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Les noms des dieux dans l’Hispania pré-romaine, in N. Belayche et alii (edit.), Nommer les Dieux – Théonymes, épithètes, épiclèses dans l’Antiquité, Presses Universitaires de Rennes, 2005, 413-422.

J. d'Encarnação, D. Fernando de Almeida, o Mestre, o Epigrafista, Eburobriga 3, Primavera/Verão 2005, 35-39. ISSN 1645-9687.

J. d'Encarnação, Onomástica, monumento e contexto, Palaeohispanica 5, 2005 (Actas del IX Colóquio sobre Lenguas y Culturas Paleohispánicas [Barcelona, 20-24 de Octubre de 2004]), 767-774.       Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Reflexos, no quotidiano, da prístina epigrafia romana, Arqueologia & História 56/57, 2004-2005, 95-102.      Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação – José Beleza Moreira, Epigrafia de Eburobrittium, en Actas do Congresso A Presença Romana na Região Oeste, Câmara Municipal do Bombarral, 2005, 131-134.

J. d'Encarnação, Ciência & Comunicação, Trabalhos de Antropologia e Etnologia 45.1-2, 2005, 191-199.

J. d'Encarnação, Gentes do mar e da terra, en Dália Paulo (coord.), Caminhos do Algarve Romano, Câmara Municipal de Faro (Museu Municipal), 2005, 21-25. ISBN: 972-8776-01-2.      Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Religião, en Museu D. Diogo de Sousa – Roteiro, Instituto Português de Museus, Lisboa, 2005, 102-107. [Incluído no livro Paisagens da Antiguidade, Lisboa, 2009, 5-7].

J. d'Encarnação, Epigrafia e literatura, literatura e epigrafia, [= A epígrafe latina como elemento didáctico (XVIII)], Estudos Clássicos – Boletim, 44, Dezº 2005, 99-103.      Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Recensión a: Lino Tavares Dias, Tongobriga. Breves Reflexões, 2003: en Biblos 3, 2005, 331-335.      Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

2006

J. d'Encarnação, La Lusitanie romaine, pôle d’immigration: témoins épigraphiques, en Maria Gabriella Angeli Bertinelli e Angela Donati (eds.), Le Vie della Storia (Migrazioni di popoli, viaggi di individui, circolazione di idee nel Mediterraneo antico) [Atti del II Incontro Internazionale di Storia Antica (Génova 6-8 Ottobre 2004)], Roma, 2006, 299-305.      Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Lusitani nell’Italia romana, en António Sartori – Alfredo Valvo (coord.), Hiberia – Italia / Italia – Hiberia (Actas do Convegno internazionale di Epigrafia e Storia Antica – Gargnano-Brescia – 28-30 aprile 2005), Milano, 2006, 47-52.      Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação – Jorge António, Epitáfio de Sentia Laurilla, de Alter do Chão, FE 81, 2006, n.º 362.     Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação – Carla Carvalho, Duas epígrafes de Montalegre, FE 83, 2006 n, n.º 368-369.     Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação – João Rafael Nisa, Miliário de Constâncio Cloro, em Alter do Chão, FE 83, 2006 n.º 374.     Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Mesurer le temps, mesurer l’espace dans la Lusitania romaine, en Maria Gabriella Angeli Bertinelli e Angela Donati (eds.), Misurare il Tempo Misurare lo Spazio (Atti del Colloquio AIEGL – Borghesi 2005), [Bolonha, 20-23.10.2005], Faenza, 2006, 79-95.      Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, O mar na epigrafia da Lusitânia romana, en F. Oliveira – P. Thiercy – R. Vilaça (coord.), Mar Greco-Latino,< Coimbra, 2006, 271-289.       Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação – Pedro C. Carvalho, O monumento romano da Quinta da Caneca (Salgueiro, Fundão), Eburobriga 4, 2006, 91-98. ISSN 1645-9687.     Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

Helena Carvalho – J. d'Encarnação – Manuela Martins – Armandino Cunha, Altar romano encontrado em Braga, Forum, 40, jul-dez 2006, 31-41.      Repositório Universidade do Minho.

J. d'Encarnação, La persistance esthétique africaine dans la décoration des monuments épigraphiques romains de l’Algarve, en A. Akerrazi – P. Ruggeri – A. Siraj – Cinzia Vismara (eds.), L'Africa romana 16 dinamiche migratorie. Mobilità delle persone e dei popoli,, emigrazioni ed immigrazioni nelle province occidentali dell'Impero romano. Atti del XVI convegno di studio Rabat 2004, Roma 2006, 1939-1944.      Repositório Universidade do Minho.

J. d'Encarnação, Caminhos antigos, percursos modernos, Actas das I Jornadas ‘As Vias do Algarve da Época Romana à Actualidade’, S. Brás de Alportel, 2006, 54-61.      Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Padre Belarmino, um homem da cultura, Brigantia XXVI, 2006, 713-718.      Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação – José Beleza Moreira, Cabeceiras de sepultura portuguesas epigrafadas, Actas do VIII Congresso Internacional de Estelas Funerárias (MNA, 16-18.05.2005), Lisboa, 2006, 543-569.

J. d'Encarnação, O latim das inscrições – Um exemplo [= A epígrafe latina como elemento didáctico (XIX)], Estudos Clássicos – Boletim 45, Junho 2006, 81-85.      Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, A singularidade do santuário romano de Panóias [= A epígrafe latina como elemento didáctico (XX)], Estudos Clássicos – Boletim [Coimbra] 46 Dezembro 2006 119-123.      Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

2007

J. d'Encarnação, O culto imperial na epigrafia da Lusitânia ocidental: novidades e reflexões, en T. Nogales y J. González (eds.), Culto imperial. Política y poder. Actas del Actas del Congreso Internacional Culto Imperial: política y poder. Mérida, Museo Nacional de Arte Romano, 18-20 de mayo, 2006. Roma, L'Erma di Bretschneider, 2007, 349-367.      Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, L’Épigraphie au Portugal – enseignement: la bataille et la guerre, en M. Mayer – G. Bartta – A. Guzmán (eds.), Acta XII Congressus Internationalis Epigraphiae Graecae et Latinae, Barcelona 2007, 363-364.

J. d'Encarnação, Recensão a: Blázquez (José María), Arte y Religión en el Mediterráneo Antiguo, Ediciones Cátedra, Madrid, 2008, en Bonner Jahrbücher [Mainz am Rhein, ISSN: 0938-9334], 207, 2007, 416-417 [em francês].

J. d'Encarnação, O Sol na Lusitânia romana, Via Latina – Ad Libitum, Coimbra, 4, Março de 2007, 106-110.      Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

2008

J. d'Encarnação, Epígrafes romanas de Loulé – histórias antigas por desvendar!, al-‘ulyà (Revista do Arquivo Municipal de Loulé), 12, 2008, 23-33.      Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Museus, fronteiras e… romanos, Museal [revista do Museu Municipal de Faro] 3, 2008, 34-39.       Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Epitáfios da Sé da Guarda – documentos a preservar, Praça Velha [Câmara Municipal da Guarda] 9, n.º 24, Junho 2008, 163-174.          Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Octávio Veiga Ferreira – percursos em Cascais e pela Arqueologia Clássica, Estudos Arqueológicos de Oeiras, 16, 2008, 351-362. [Volume de Homenagem a Octávio da Veiga Ferreira].      Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital

J. d'Encarnação – Maria José Gonçalves, Ara funerária da Quinta do Freixo (Benafrim, Loulé), Xelb 8, vol. II, 2008 [Actas do 5º Encontro de Arqueologia do Algarve], 109-115.      Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Arquitectura militar – espaços com vida! O exemplo dos fortes da orla marítima cascalense, en revista CEAMA (Centro de Estudos de Arquitectura Militar de Almeida), 1, 2008, 75-81 (versão inglesa nas p. 82-85). [Traz as actas das Jornadas da Arquitectura Militar Abaluartada].       Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação – Jorge Oliveira – André Carneiro – Cláudia Teixeira, Inscrição votiva em língua lusitana (Arronches, Portalegre), Conimbriga 47, 2008, 85-102.      Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

André Carneiro – J. d'Encarnação – Jorge Oliveira – Cláudia Teixeira, Uma inscrição votiva em língua lusitana, Palaeohispanica 8, 2008, 167-178.            Institución Fernando el Católico. Diputación de Zaragoza.     También en el Repositório digital de la Universidade de Coimbra.

Maria João Ângelo, J. d'Encarnação – Epígrafes votivas da Torre dos Namorados (Quinta da Torre, Vale Prazeres, Fundão), Conimbriga 47, 2008, 103-111.      Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, A epígrafe latina como elemento didáctico (XXIV) – Contaminação ou aculturação, em Boletim de Estudos Clássicos, 50, Dezembro 2008, 45-48.

J. d'Encarnação, Pela Toponímia até à História…, Actas das 1as Jornadas de Toponímia do Sul, Câmara Municipal de Albufeira e Comissão Municipal de Toponímia, 2008, 9-17.      Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação – Mónica Salgado, Inscrição funerária romana de Duas Igrejas, Tierra de Miranda (Revista do Centro de Estudos António Maria Mourinho – Miranda do Douro), 3, 2008, 77-79.      Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Dédicants et cultores: quelques aspects... dans la Lusitanie romaine. Le cas d'Endovellicus, in A. Sartori (ed.), Dedicanti e Cultores nelle Religioni Celtiche [Actas do VIII Workshop FERCAN (Fontes Epigraphici Religionum Celticarum Antiquarum), Gargnano (Itália), 9-12 de Maio de 2007], Milão, 2008, 61-71.      Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Eburobriga, ‘cidade'do teixo, Eburobriga (Fundão) 5, 2008, 109-120. ISSN 1645-9687.     Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Uma inscrição romana de Évora forjada por André de Resende, A Cidade de Évora, II série, n.º 7, 2007-2008, 213-218.      Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Leite de Vasconcelos e as inscrições romanas – flagrantes de um quotidiano vivido, O Arqueólogo Português série IV, n.º 26, 2008, 385-406.      Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, IRCP – 25 anos depois, Revista Portuguesa de Arqueologia. 11.2, 2008, 215-230.    Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Em jeito de conclusão, en Maria do Céu Fialho – J. d'Encarnação – J. Alvar (coords.), O Sol Greco-Romano, Coimbra, Dez 2008, 361-363.      Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

2009

J. d'Encarnação, Eruditos, manuscritos e correspondência, en Espacios, usos y formas de la epigrafía hispana en épocas antiguas y tardoantigua. Homenaje al Dr. Armin U. Stylow (Anejos de Archivo Español de Arqueología XLVIII), Mérida, 2009, 131-133.      Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

João Pedro Cabral – Guilherme Cardoso – J. d'Encarnação, Sondagem arqueológica no Palácio dos Condes da Guarda, en A. Varcalho – C. Santos (coord.), A Casa de Azulejos de Cascais – De Palácio Condes da Guarda a Paços do Concelho, Câmara Municipal de Cascais, 2009, 200-241.      Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação – Adriano Vasco Rodrigues, Altar votivo a Banda Brialeacus, do Castro dos Castelos Velhos (Guarda), Praça Velha [Guarda] 25, 2009, 227-238.      Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, A epígrafe latina como elemento didáctico (XXV) [o quotidiano falado], Boletim de Estudos Clássicos, 51, Junho 2009, 63-67.      Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Aspectos da religiosidade vernácula na Hispânia romana, en J. Andreu – C. Cabrero – I. Rodà (eds.), Hispaniae. Las provincias hispanas en el mundo romano, Tarragona, ICAC, 2009, 465-472. ISBN: 978-84-936809-5-4.      Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, A epigrafia do momento: grafitos… a comunicação sedutora, en Maria Gabriella Angeli Bertinelli e Angela Donati (eds.), Opinione Pubblica e Forme di Comunicazione a Roma: il Linguaggio dell’Epigrafia (Atti del Colloquio AIEGL – Borghesi 2007). Fratelli Lega Editori, Faenza, Set. 2009, 15-28 [ISBN: 978-88-7594-098-0].      Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

Jorge António – J. d'Encarnação, Árula votiva de Alter do Chão, Ficheiro Epigráfico 88, 2009, inscrição n.º 401.      Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

Francisco Bilou – J. d'Encarnação, Lápide funerária da Herdade da Torre do Lobo, Torre de Coelheiros, Évora (Conventus Pacensis), Ficheiro Epigráfico 88, 2009, inscrição n.º 402.      Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Sertório, general romano: guerrilheiro e mito?, CEAMA 3, 2009, 98-105 (versão inglesa: 106-109).      Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Dos monumentos epigráficos da civitas Igaeditanorum, en Praça Velha [Guarda] 26, 2009, 161-171.    Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

Catarina Quinteira – J. d'Encarnação, Pedestal ao divino Augusto, de Olisipo, reencontrado, Sylloge Epigraphica Barcinonensis 7, 2009, 143-146.      Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

Catarina Quinteira – J. d'Encarnação, CIL II 182, de Olisipo», Conimbriga XLVIII, 2009, 181-187.      Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Recensão a: Ana Margarida Ferreira (coord.), Arqueologia: Colecção de Francisco Tavares Proença Júnior, Castelo Branco, 2004, in Conimbriga XLVIII, 2009, 245-248.        Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Em torno da inscrição a Marte, em Sines, 1º Encontro de História do Alentejo Litoral : Actas. Sines, Centro Cultural Emmerico Nunes, 2009, 40-43.      Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Nótulas sobre Museologia, in Museal [revista do Museu Municipal de Faro] 4, Setembro 2009, 145-155. [Estes textos estão on line: in Museal [revista do Museu Municipal de Faro] 4 (Setembro 2009), p. 149-155: à revista Viseu.m nº 1 (p. 150-151) http://hdl.handle.net/10316/12241; a Evaristo João de Jesus Pinto, O Museu Municipal Manuel Soares de Albergaria – Carregal do Sal (Das Origens à Sua Formação. Colecções, Espaços, Educação e Património do Concelho) (p. 152-153) http://hdl.handle.net/10316/12242; a Patrícia Remelgado / Museu de Olaria, A Louça de Barcelos – Catálogo – A Louça Vidrada (p. 154-155). http://hdl.handle.net/10316/12243].

Guilheme Cardoso –  J. d'Encarnação, Arruda dos Vinhos – Uma rota privilegiada, Boletim Cultural da Assembleia Distrital de Lisboa, 95 (IV série), 2009, 89-110 .      Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Inscrição rupestre sobre o Tejo, Açafa on line 2, 2009.      Associação de Estudos do Alto Tejo.

J. d'Encarnação, A epígrafe latina como elemento didáctico (XXVI) [as relações familiares], Boletim de Estudos Clássicos 52, Dezembro 2009, 47-52.      Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, As termas dos Cássios em Lisboa: ficção ou realidade?», en Jean-Gérard Gorges – José d'Encarnação – Trinidad Nogales Basarrate – António Carvalho (edit.), Lusitânia Romana entre o Mito e a Realidade (Actas da VI Mesa-Redonda Internacional sobre a Lusitânia Romana), Cascais, Câmara Municipal, 2009, 481-493.          Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Da invenção de inscrições romanas, ontem e hoje: a propósito de uma téssera de bronze, Revista Portuguesa de Arqueologia 12.1, 2009, 127-138.       Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

A. Assunção – J. d'Encarnação – A. Guerra, Duas aras votivas romanas em Alcains, Revista Portuguesa de Arqueologia 12.2, 2009, 177-189.      Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

2010

J. d'Encarnação, Oeiras romana. A compreensível convivência», en Joaquin M. F. Boiça (coord.), Encontros de História e Património (1) - Diálogos em Noites de Verão 2006-2007, Espaço e Memória – Associação Cultural de Oeiras, Oeiras, s/ d. [2010], p. 22-37.      Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, O miliário como documento», Pallas 82, 2010, 385-394. ISSN: 0031-0387.     Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, A epígrafe latina como elemento didáctico (XXVII) [Formularios demonstram concepções], Boletim de Estudos Clássicos 53, Junho 2010, 65-67.      Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação – A. Guerra, The current state of research on local deities in Portugal, en J. Alberto Arenas (ed.), Celtic Religion across Space and Time (IX Workshop F.E.R.C.AN), Toledo, Junta de Comunidades de Castilla-La Mancha, 2010, 94-112.       Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Divindades indígenas – os númenes das nossas raízes!, en Lopes (Bruno) [org.], Conversas à volta de Santana do Campo, Associação Social Unidos de Santana do Campo (Arraiolos), Outubro de 2010, 27-38.          Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Aspectos da aculturação onomástica nos primórdios da Lusitânia, en Jean-Gérard Gorges - Trinidad Nogales Basarrate (eds.), Naissance de la Lusitanie romaine (Ier av. – Ier ap. J.-C.). VIIe Table Ronde Internationale sur la Lusitanie romaine (Toulouse, 8-9 novembre 2007), Toulouse – Mérida, 2010, 175-184. ISBN 978-84-614-5013-8.        Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação – Jorge Oliveira – André Carneiro – Cláudia Teixeira, Epígrafe votiva de Arronches – Notícia da sua identificação, en F. Oliveira – J. de Oliveira – M. Patrocínio [coord.], Espaços e Paisagens – Antiguidade Clássica e Heranças Contemporâneas [VII Congresso Internacional da APEC (Associação Portuguesa de Estudos Clássicos)], Coimbra 2010, 99-105.      Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, A toponímia, fonte histórica também para a República, Biblos VIII (2.ª série) 2010, 73-82.      Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Divindades indígenas sob o domínio romano em Portugal, 35 anos depois, en Serta Palaeohispanica in honorem Javier de HozPalaeohispanica 10), Zaragoza 2010, 525-535.      Institución Fernando el Católico. Diputación de Zaragoza.

J. d'Encarnação, Recensão a: GOUDINEAU (Christian) [dir.], Rites Funéraires à Lugdunum, Paris, 2009, en Sylloge Epigraphica Barcinonensis, VIII, 2010, 206-207.          Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Recensão a: Juan Francisco RODRÍGUEZ NEILA [coord.], Hispania y la Epigrafía Romana – Cuatro Perspectivas, Faenza, 2009, en Sylloge Epigraphica Barcinonensis, VIII, 2010, 227-230.        Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Recensão a: M. ROSSI e A. ROVETTA  [edit.], Pinacoteca Ambrosiana, tomo quinto: Raccolte Archeologiche – Sculture. Milano, 2009,  en Sylloge Epigraphica Barcinonensis, VIII, 2010, 230-232.        Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, A epígrafe latina como elemento didáctico (XXVIII): os marcos do Tibre, Boletim de Estudos Clássicos, vol. 54, 2010, 71-75.  ISSN 0872-2110.        Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Praticar Arqueologia… no Alto Côa, Eburobriga 6, 2009-2010, 43-54. ISSN 1645-9687.        Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação – José Beleza Moreira, Eburobrittium e as suas epígrafes singulares, Conimbriga XLIX, 2010 [mayo de 2012], 41-67.        Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Recensión a [Jorge de Alarcão, As Casas da Zona B de Conimbriga, CEAUCP, Coimbra, 2010], Conimbriga XLIX, 2010 [mayo de 2012], 253-254.        Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Nótulas bibliográficas, Conimbriga XLIX, 2010 [mayo de 2012], 257-270.        Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Dos patrimónios em Santiago do Cacém, in Sant’Iago – Os Caminhos do Património [Atas do Encontro], Câmara Municipal de Santiago do Cacém, 2010, 7-20.        Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

2011

J. d'Encarnação, Da onomástica grega na Lusitânia romana, en Adriene Baron Tacla et alii [orgs.], Uma Trajetória na Grécia Antiga, Homenagem à Neyde Theml, Rio de Janeiro, 2011, 301-312.

J. d'Encarnação, Primores dans l’épigraphie romaine de l’Occident hispanique, en C. Deroux (ed.), Corolla Epigraphica (Hommages au prof. Yves Burnand), Bruselas 2011 (Collection Latomus, vol. 331), tomo II, 462-469.           Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, A “Escola Alemã” e os estudos de epigrafia romana em Portugal, en M.ª Teresa Delgado Mingocho – M.ª de Fátima Gil – M.ª Esmeralda Castendo [coord.], Miscelânea de Estudos em Homenagem a Maria Manuela Gouveia Delille, Coimbra 2011, 869-884. [ISBN: 978-972-9038-93-0].         Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, As placas epigrafadas da Igreja da Misericórdia, na Guarda, Praça Velha 29, Junho 2011, 277-292.       Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, A epígrafe latina como elemento didáctico (XXIX) [A nomenclatura imperial], Boletim de Estudos Clássicos, 55, Junho 2011, 39-42.        Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, A propósito de O Povoamento Romano de Trás-os-Montes Oriental, Forum [Revista anual do Conselho Cultural da Universidade do Minho, Braga] 44-45, 2009-2010 [2011], 31-51.        Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, A propósito da epigrafia romana do País Valenciano», Studia Philologica Valentina (Sine fine sodales ‒ Estudis d’epigrafia llatina i tradició clàssica i humanisme en homenatge al professor Xavier Gómez Font), 13, n.s. 10, 2011, 91-104.          Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Identità e autonomie nella Lusitania romana occidentale», en A. Satori - A. Valvo [coord.], Identità e Autonomie nel Mondo Romano Occidentale. Iberia-Italia – Italia-Iberia – III Convegno Internazionale di Epigrafia e Storia Antica. Gargnano, 12-15 maggio 2010 (Epigrafia e Antichità 29), Faenza 2011, 65-77.        Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Viver, filosofar… viver!, en M. J. García Blanco et alii (eds.), Άντίδωρον, Homenaje a Juan José Moralejo, Santiago 2011, 165-174, ISBN: 978-84-9887-720-5.        Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Uma placa funerária romana do Nordeste alentejano», in A. Carneiro - L. Rocha - P. Morgado - J. Oliveira (eds.), Arqueologia do Norte Alentejano – Comunicações das 3ras. Jornadas, Lisboa 2011, 223-225. ISBN: 978-972-772-899-2.       Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Acerca de Vegécio e do seu Compêndio da Arte Militar, Aquila Legionis 14, 2011, 7-13.       Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Dos minérios e das epígrafes em tempo de Romanos, en C. Batata (ed.), Actas VI Simpósio sobre Mineração e Metalurgia Históricas no Sudoeste Europeu (realizado na Casa das Artes e Cultura do Tejo – Vila Velha de Ródão – nos dias 18, 19 e 20 de Junho de 2010), Abrantes, Junho 2011, 59-73.        Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação - P. Salvado - C. Batata - J. Batista, Ideologia, gestão aurífera e afirmação epigráfica: o caso de Tiberius Claudius Rufus (CIL II 5132) de Idanha-a-Velha, en Actas VI Simpósio sobre Mineração e Metalurgia Históricas no Sudoeste Europeu (realizado na Casa das Artes e Cultura do Tejo – Vila Velha de Ródão – nos dias 18, 19 e 20 de Junho de 2010), Abrantes, Junho 2011, 109-121.         Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Roma e Ibéria Ocidental: duas mundividências em contato, en C. B. Rosa et alii, A Busca do Antigo, Rio de Janeiro 2011, 99-118.       Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Cornelii Bocchi de Olisipo, Scallabis e Salacia, en J.L. Cardoso – M. Almagro-Gorbea (eds.), Lucius Cornelius Bocchus – Escritor Lusitano da Idade de Prata da Literatura Latina [Colóquio Internacional de Tróia, 6-8 de Outubro de 2010], Lisboa – Madrid, 2011, Ede. Academia Portuguesa de Historia y Real Academia de la Historia, 189-201.        Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Endovélico – 400 anos depois, en J. Cardim Ribeiro (coord.), Diis · Deabusque. Actas do II Colóquio Internacional de Epigrafia «Culto e Sociedade». Sintra, 16-18.03.1995 (Sintria III-IV, 1995-2007), São Miguel de Odrinhas 2011, 149-163.        Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Crónica e conclusões, en  J. Cardim Ribeiro (coord.), Diis · Deabusque. Actas do II Colóquio Internacional de Epigrafia «Culto e Sociedade». Sintra, 16-18.03.1995 (Sintria III-IV, 1995-2007), São Miguel de Odrinhas 2011, 625-632.

J. d'Encarnação, Os epitáfios como expressão literária, Liburna 4 (Novembro 2011) [Homenagem a Jaime Siles], 145-151.      Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Etnografia e epigrafia em diálogo, Praça Velha 30 (Dezembro 2011), 184-192.      Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, O monumento epigráfico, um caso sério em Museologia, Ciências e Técnicas do Património (Revista da Faculdade de Letras), Porto, I série, vol. VII-VIII, 2008-2009 [2011], 185-190.        PDF___Universidade Porto.        PDF___Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, À porta deste castelo..., en Cascais – Paisagem com Pessoas dentro, Cascais, edição da Associação Cultural de Cascais, 2011, 13-19. ISBN: 978-972-9406-48-5.      Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Inscrição rupestre sobre o Tejo - aditamento, en Açafa on line 4, 2011.     Açafa on-line.

J. d'Encarnação – M. Chambino – F. Henriques, Duas novas epígrafes do concelho de Idanha-a-Nova, en Açafa on line 4, 2011.      Açafa on-line.

J. d'Encarnação, Do património gastronómico, en José Ribeiro Ferreira (coord.), Emergir de Crenças e Presenças: Alguns Temas de Sociedade e Cultura, Associação Portuguesa de Estudos Clássicos, Coimbra 2011, 229-244.

J. d'Encarnação, A epígrafe latina como elemento didáctico (XXX) [A nomenclatura imperial, a damnatio memoriae], Boletim de Estudos Clássicos 56, Dezembro 2011, 47-53.        Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Reflexões em torno do livro “Lusitanos no Tempo de Viriato”, de João Luís Inês Vaz, Revista Portuguesa de Arqueologia 14, 2011 195-202.        Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

2012

J. d'Encarnação – M. Ferreira, Placa votiva de Salacia (Conventus Pacensis), Ficheiro Epigráfico 93, 2012, n.º 416.      Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

V. Correia – J. d'Encarnação, Fragmento de lápide funerária de Conimbriga (Conventus Scallabitanus), Ficheiro Epigráfico 93, 2012, n.º 417.      Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

António J. Nunes Monteiro  – J. d'Encarnação, Peso de tear com inscrição indecifrada (Conventus Scallabitanus), Ficheiro Epigráfico 93, 2012, n.º 418.      Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação – M. Ferreira, Fragmento epigrafado de Alcácer do Sal (Salacia-Conventus Pacensis), Ficheiro Epigráfico 93, 2012, n.º 419.      Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação – Ana Isabel de Sá Caessa, Epigrafia de Olisipo – 66 anos depois!, en A. Donati – G. Poma (eds.), L’Officina Epigrafica Romana (In ricordo di Giancarlo Susini) [Atti del Convegno di Bertinoro, 16-18.09.2010] (Epigrafia e Antichità, 30), Faenza, Fratelli Lega Editori, 2012,  403-420. ISBN 978-88-7594-104-8.       Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação – V. Hipólito Correia, Inscrições Romanas no Paço da Ega (Condeixa-a-Nova) (Conimbriga – Conventus Scallabitanus), Ficheiro Epigráfico 98, 2012 inscrições n.º 442-444.       Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Árula anepígrafa, Ficheiro Epigráfico 98, 2012 inscrição n.º 445.       Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação – I. Vaz Pinto – A. P. Magalhães – P. Brum, Árula funerária de Tróia (conventus Pacensis), Ficheiro Epigráfico 99, 2012, n.º 447.       Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação – I. Vaz Pinto – A. P. Magalhães – P. Brum, A epígrafe latina como elemento didáctico (XXXI) [Escrever nas paredes], Boletim de Estudos Clássicos 57, Junho 2012, 51-57.        Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Novidades bibliográficas (História Antiga e Arqueologia), Boletim de Estudos Clássicos 57, Junho 2012, 139-149.        Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Fragmento de inscrição funerária de Arruda dos Vinhos (conventus Scallabitanus), Ficheiro Epigráfico 101, 2012, n.º 449.       Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

A. Lima Revez – J. d'Encarnação, Fragmento de inscrição funerária romana do Paço da Ega (conventus Scallabitanus), Ficheiro Epigráfico 102, 2012, n.º 452.        Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Praia de Carcavelos, en: Carcavelos dos Cinco Sentidos – Volume II, Junta de Freguesia de Carcavelos, Outubro de 2012, 7-9.        Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Arroz do Mondego – história recente e museologia, Revista Portuguesa de História 43, 2012, 183-189.        Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Recensão a MARTINS (Manuela) et alii, Água. Um Património de Braga (Braga, 2012), Revista Portuguesa de História 43, 2012, 333-335.        Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação – J. G. Valente – V. Gaspar – M. da C. Lopes – S. Macias, Placa funerária romana de Moura (Conventus Pacensis), Ficheiro Epigráfico 103, 2012, n.º 457.        Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, O singular monumento funerário romano de Soure (Conventus Scallabitanus)», Espacio, Tiempo y Forma, série II, 25, 2012, 245-260.       Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Recensão ao livro Caminhos da Água – Paisagens e Usos na Longa Dura ção , edição do CITCEM, Braga, Maio de 2012, coordenado por Manuela Martins, Isabel Vaz de Freitas e Mª Isabel del Val Valdivieso.        Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, O singular monumento funerário romano de Soure (Conventus Scallabitanus)», Espacio, Tiempo y Forma, série II, 25, 2012, 245-260.        Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Recensão a Xavier (António Manuel), Das Cercas dos Conventos Capuchos da Província da Piedade. Évora, 2004, en:  Cogitur – Journal of Tourism Studies 5, 2012, 135-139.        Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Nota de leitura sobre Manuel Albaladejo Vivero -Léxico de Topónimos y Etnónimos del Noroeste de la Península Ibérica en la Antigüedad. Madrid, 2012, en: O Arqueólogo Português série V, 2, 2012, 507-510.        Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação – J. Feio, Um flâmine de Tibério em Pax Iulia – CIL II 49 reencontrado, Conimbriga 51, 2012, 75-92.        Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Recensão a: Julio ESTEBAN ORTEGA, Corpus de Inscripciones Latinas de Cáceres. II. Turgalium. Universidad de Extremadura, Cáceres, 2012, en  Conimbriga 51, 2012, 163-168.         Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Recensão a: PEREIRA, Isabel; PESSOA, Miguel; SILVA, Teófilo, As Moedas. Villa Romana do Rabaçal (Penela – Portugal). 25 Anos de Trabalhos Arqueológicos (1984-2010), Câmara Municipal de Penela, 2012: en Conimbriga 51, 2012, 169-172.        Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

2013

J. d'Encarnação – J. G. Valente – V. Gaspar – M. da C. Lopes – S. Macias, Ara funerária romana de Moura (Conventus Pacensis), Ficheiro Epigráfico 104, 2013, inscrição nº 460.        Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação – R. Losada, Placa funerária da Civitas Igaeditanorum (Conventus Emeritensis), Ficheiro Epigráfico 104, 2013, inscrição nº 463.        Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, De Igaedo à Senhora do Almotão – Um livro ingénuo e bem intencionado, Cyberjornal, 14-02-2013 [Recensão a Celestino (Joaquina Salgueiro da Silva), De Igaedo à Senhora do Almotão, Câmara Municipal de Idanha-a-Nova, 2012].     Versión en Cyberjornal.        Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. Bilou – J. d'Encarnação, Miliário da Quinta da Manizola, Évora (Conventus Pacensis), Ficheiro Epigráfico 105, 2013, inscrição n.º 467.        Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. Bilou – J. d'Encarnação, Miliário da Cabida (Monte das Flores), Évora (Conventus Pacensis), Ficheiro Epigráfico 106, 2013, inscrição n.º 469.         Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

M. da Costa Moreira da Rocha – M. Gonçalves Pereira – P. Mendes – J. d'Encarnação, Ara Laribus Ceceaicis em Castelo de Paiva (Conventus Scallabitanus), Ficheiro Epigráfico 106, 2013, inscrição n.º 470.        Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Recensión a A. Caballos Rufino (Ed.), Del Municipio a la Corte. La Renovación de las Elites Romanas. Secretariado de Publicaciones, Universidad de Sevilla, 2012, en Sylloge Epigraphica Barcinonensis 11, 2013, 182-186.         Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Recensión a D. Fasolini, Le Tribù Romane della Hispania Tarraconensis (L’ascrizione tribale dei cittadini romani nelle testimonianze epigrafiche), Vita e Pensiero, Milano, 2012, en Sylloge Epigraphica Barcinonensis 11, 2013, 220-221.         Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.


J. d'Encarnação – V. Lopes, Cupa funerária romana de Mértola (Conventus Pacensis), Ficheiro Epigráfico 108, 2013, n.º 477.         Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Recensión a Antonio Sartori, Pinacoteca Ambrosiana, V…   2009, en Epigraphica 65.1-2, 2013, 538-539.         Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Salacia Imperatoria Urbs, Arqueología Iberoamericana 18, 30-6-2013, p. 15-24: http://www.laiesken.net/arqueologia/pdf/2013/AI18.pdf .            Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

Guilherme Cardoso – J. d'Encarnação, O povoamento pré-romano de Freiria – Cascais, Cira Arqueologia Online [Câmara Municipal de Vila Franca de Xira – ISSN: 21183-0584], n.º 2, Setembro de 2013, 133-180.            Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

João Luís Cardoso – Guilherme Cardoso – J. d'Encarnação, O campaniforme de Freiria (Cascais), Estudos Arqueológicos de Oeiras 20, 2013, 525-588 [A parte de J. d'Encarnação, em colabora ção com G. Cardoso: p. 525-529]. ISSN: 0872-6086.           Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, A epigrafia (im)possível, Estudos de Castelo Branco. Revista de Cultura, nº 7, Outubro de 2013 (no prelo).            Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, O quotidiano numa aldeia mineira romana – O caso de Vipasca, Vipasca [Arqueologia e História] 4, 2.ª série, 2013, 33-37.            Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, A herança de um mestre   [Nota de leitura ao volume 15 (2013) de Opuscula Epigraphica, dedicado à actividade do Prof. Géza Alföldy].            Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Religião não-oficial: o conceito e a realidade, en R. M.ª Cid López – E. García Fernández (Eds.), Debita Verba. Estudios Dedicados al Profesor Julio Mangas Manjarrés, Ediciones de la Universidad de Oviedo, tomo II, 379-389. [ISBN: 978-84-8317-998-7].            Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d’Encarnação, As novidades epigráficas dos conventus Scallabitanus e Pacensis, in  J. López Vilar (Ed.), Actes Ier Congrés Internacional d'Arqueologia i món antic. Govern i societat a la Hispània romana. Novetats epigràfiques. Homenatge a Géza Alföldy. Tarragona, 29-30 de novembre i 1 de desembre de 2012, Tarragona 2013, 125-133. [ISBN: 978-84-616675-2-9].            Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Alto Douro Vinhateiro, paisagem cultural , Património [Revista da Faculdade de Letras – Ciências e Técnicas do Património – Universidade do Porto] XII, 2013, 319-329 .            Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Recensão a «Tocha, uma História com Futuro», de Margarida Neto. Edição de 6-11-2013 do jornal digital Cyberjornal.            Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, «Os mosaicos romanos do Leste Algarvio», à obra Corpus dos Mosaicos Romanos de Portugal – Algarve Este, de J. Lancha e de Cristina Oliveira. Universidade do Algarve e Missão Luso-Francesa ‘Mosaïques du Sud du Portugal, Julho 2013. Rec. en Cyberjornal, edição de 15-12-2013.             Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, «Labitolosa, uma cidade romana da Hispania Citerior», recensão à obra Labitolosa, Une Cité Romaine de l’Hispanie Citérieure, edição coordenada por María Ángeles Magallón Botaya e Pierre Sillières, Centro Ausonius, de Bordéus, Julho 2013. Rec. publicada através da lista archport, da Universidade de Coimbra.             Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, «Senados municipais e decuriões no Ocidente romano», recensão à obra Senados Municipales y Decuriones en el Occidente Romano, edição coordenada por Enrique Melchor Gil, Antonio D. Pérez Zurita e Juan Fco. Rodríguez Neila, Sevilha, 2013.              Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Inscrição funerária romana nas muralhas de Beja (Conventus Pacensis), Ficheiro Epigráfico 112, 2013, inscrição n.º 483.             Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Fragmento de epígrafe romana de Miroiço (Alcabideche, Cascais) (Conventus Scallabitanus), Ficheiro Epigráfico 113, 2013, inscrição n.º 488.        Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Apostilas epigráficas – 3, Revista Portuguesa de Arqueologia 16, 2013, 293-302.         Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação –  M. José Gonçalves, Cilpes / CILPIS / Xilb / Silves? – Para uma discussão antiga um novo contributo. A inscri ção de Silves evo cat iva do templo de Neptuno, Espacio, Tiempo y Forma, serie II (Historia Antigua)  26, 2013, 255-276.      Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, O mágico simbolismo de uma árula conimbricense [A epígrafe latina como elemento didáctico (XXXII)], Boletim de Estudos Clássicos 58, 2013, 147-151.        Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Gentes e divindades na Lusitânia pré-romana ocidental, Palaeohispanica 13, 2013, 209-217. [Actas del XI Coloquio Internacional de Lenguas y Culturas Prerromanas de la Península Ibérica, Valencia, 24-27.10.2012].        Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Cupa identificada em Trigaches (Conventus Pacensis), Estudos de Arqueologia e Património 1, 2013, 1-3.        Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Fragmento de telha com inscrição árabe de Beja, Estudos de Arqueologia e Património 1, 2013, 1-2.        Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Recensão a Borges (Nelson Correia), Doçaria Conventual de Lorvão. Câmara Municipal de Penacova, 2013, in Revista de História da Sociedade e da Cultura 13, 2013, 446-450.        Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

2014

J. d'Encarnação, Sociedade e cultura em Pax Iulia, através da epigrafia, inn S. Gómez Martínez – S. Macías – V. Lopes (coord.), O Sudoeste Peninsular entre Roma e o Islão, Campo Arqueológico de Mértola, 2014, 16-29 [versão inglesa: p. 354-357].          Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

A. N. Sá Coixão y J. d'Encarnação, Inscrição votiva de Longroiva, Ficheiro Epigráfico 114, 2014, inscrição n.º 489.         Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação y Nuno Miguel C. Mourinha, Fragmento cerâmico com duplo grafito, Ficheiro Epigráfico 114, 2014, inscrição n.º 490.             Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital

J. d'Encarnação –  M. Conceição Lopes, Marco de Teodósio em Coja (Arganil) (Conventus Scallabitanus), Ficheiro Epigráfico 115, 2014, inscrição n.º 492.         Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Grafito em tijolo de Tróia (Conventus Pacensis), Ficheiro Epigráfico 115, 2014, inscrição n.º 493.         Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Fragmento de placa com grafitos, de Tróia (Conventus Pacensis), Ficheiro Epigráfico 115, 2014, inscrição n.º 494.        Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

G. Cardoso J. d'Encarnação, Peso de tear romano com inscrição , de Arruda dos Vinhos (Conventus Scallabitanus), Ficheiro Epigráfico 118, 2014, inscrição nº 508.         Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

 J. d'Encarnação, Expor e comunicar em História e em Arqueologia, Revista Portuguesa de História  37, 2005, 451-459 (a propósito do livro Rabaçal Aldeia Cultural, de Miguel Pessoa, Lino Rodrigo e Sandra Steinert Santos, Penela, 2001).         Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

G. Cardoso J. d'Encarnação, Grafito em imbrex, de Freiria (Conventus Scallabitanus), Ficheiro Epigráfico 117, 2014, inscrição nº 503.         Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, A toponímia, espelho de memória e de identidade, prefácio ao livro Os Nomes das Ruas (Toponímia da Freguesia de Ourique), de Henrique Figueira e Vítor Encarnação , ORIK – Associa ção de Defesa do Património de Ourique, 2014, p. 5-6.         Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Toponímia da Guarda – Comunicações do I Fórum sobre Toponímia, Praça Velha 34, Maio de 2014, 233-234.         Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação C. Pereira, Fragmento de placa funerária romana de Óbidos (Conventus Scallabitanus), Ficheiro Epigráfico 118, 2014, inscrição nº 509.         Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Homenagem da civitas Aravorum ao imperador Adriano, Praça Velha 34, Maio de 2014, 127-151.         Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, A popula ção romana de Alter do Chão», Abelterium I, Maio 2014, 43-48.         Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

Jorge António J. d'Encarnação, Grafito identifica Alter do Chão como Abelterium, Abelterium I, Maio 2014, 39-42. (previamente en Revista Portuguesa de Arqueologia 12/1 2009, 197-200)         Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, A inscrição e o seu duplo.  O caso da flamínica Laberia Galla, en A. Donati (ed.), L’Iscrizione e il Suo Doppio, Faenza, Fratelli Lega Editori, octubre de 2014, 411-428. ISBN: 978-88.-7594-116-1.         Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Evocando o Prof. Emílio Gabba, Sylloge Epigraphica Barcinonensis 12, 2014, 13-15.         Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

Coixão – J. d'Encarnação, Pendente com crísmon e inscrição, Ficheiro Epigráfico 123, 2014, inscrição n.º 526.         Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

R. Barbosa – J. d'Encarnação, Placa funerária romana da Herdade da Comenda Grande (Conventus Pacensis), Ficheiro Epigráfico 124, 2014, inscrição n.º 527.         Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação – J. P. Joaquim, Estela funerária na Herdade da Moita (Conventus Pacensis), Ficheiro Epigráfico 124, 2014, inscrição n.º 528.         Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

F. Bilou – J. d'Encarnação, Cupa funerária anepígrafa em Veiros (Conventus Emeritensis), Ficheiro Epigráfico 124, 2014, inscrição n.º 530.         Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Da Epigrafia como ciência, Antrope 1 (Dez 2014), 144-159 (versão inglesa: 160-170). Edição de Centro de Pré-História do Instituto Politécnico de Tomar.         Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Augusto e a Lusitânia Ocidental – uma nótula, Studia Historica – Historia Antigua [Augusto y el Imperio Romano], 32, 2014, 197-208.            Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação,  A epígrafe latina como elemento didáctico (XXXIII) – O colégio dos sêxviros – religião e poder em evidência, Boletim de Estudos Clássicos 59 2014 95-102.            Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação,  Recensão ao livro de João Mendes Rosa e Joana Bizarro, A urbs romana da encosta meridional da Gardunha, in Conimbriga 53, 2014, 225-229.            Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

2015

J. d'Encarnação, A Arte Rupestre do Castro de São Jurge (Ranhados – Mêda), Notícias de Freixo de Numão, nº 294 (Janº/Fevº 2015), p. 4 [recensão bibliográfica].              Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Biografias… porquê?, prefácio a 100 Anos 100 Biografias (Figuras do Passado São-Brasense), de Joaquim Manuel Dias, edição do Notícias de S. Braz, 2015, 11-14.             Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Roma y Lusitania: dos poderes paralelos?, en G. Bravo y R. González Salinero (eds.), Poder central y poder local: Dos realidades paralelas en la órbita política romana? (Actas do XII Colóquio de la Asociación Interdisciplinar de Estudios Romanos. Signifer Monografías, nº 45), Madrid – Salamanca, 2015, 19-30. ISBN: 978-84-16202-05-08.              Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação – M. Leitão –V. Leitão, Inscrições de Olisipo identificadas na “Cerca Velha”, Ficheiro Epigráfico 131, 2015, n.º 548, 549 y 550.                 Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação – Rogério Carvalho, Inscrição rupestre romana procedente de Capinha, Trebaruna (Castelo Branco) 3, 1994, 43-53.          Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação,  Ecos sugestivos de fórmulas epigráficas romanas, en S. López Quero – J. M.ª Maestre Maestre (eds.), Studia Angelo Urbano Dicata, Instituto de Estudios Humanísticos y Federación Andaluza de Estudios Clásicos, Alcañiz – Madrid, 2015, 127-139.            Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. Encarnação – F. Henriques – J. Caninas, As epígrafes romanas do Monte do Chaparral (Vila Velha de Ródão), Açafa on-line nº 10, 2015, 129-143.   [Roman inscriptions of Monte do Chaparral (Vila Velha de Ródão)]. Associação de Estudos do Alto Tejo, Vila Velha de Ródão. ISSN 2182-1984].        Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Gerardo Pereira-Menaut (1946-2015), Liburna 8, noviembre 2015, 211-215.           Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, CIL II 205 – notável altar funerário (de Olisipo?), Revista Portuguesa de Arqueologia 18, 2015, 195-202.           Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Da epigrafia teatral no Portugal romano, en Ana Livia Bomfin Vieira - Claudia Beltrão da Rosa [coord.], Teatro Grego e Romano (História, Cultura e Sociedade), Edit. Café & Lápis, São Luís do Maranhão 2015, 205-227. ISBN: 978-85-62485-48-0.           Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Banquetear-se em vida e no além: os testemunhos epigráficos, Portugalia, nova série, XXXVI, 2015, 159-169.           Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

2016

J. d'Encarnação – M. Maia, Estela funerária de Atellius Clemes, Ficheiro Epigráfico, 134, 2016, n.º 559.           Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação – J. Feio, Duas inscrições funerárias paleocristãs, Ficheiro Epigráfico, 134, 2016, n.º 560-561.           Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Lusitânia Romana, Origem de Dois Povos – tema de congresso internacional, Al-madan online, IIª série n.º 20 (tomo 2), Jan. 2016, 111-113. ISSN 2182-7265.           Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação – Jorge Oliveira, Uma ara votiva em Alpalhão (Conventus Pacensis), Ficheiro Epigráfico 135, 2016, inscrição n.º 562.           Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Museu Didáctico do Instituto de Arqueologia, in R. Vilaça (coord.), O Instituto de Arqueologia – Fragmentos da Sua Colecção, Imprensa da Universidade, Coimbra 2016, 15-16. ISBN: 978-989-26-1124-2.           Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação – R. Gaidão, As informações epigráficas de Frei Lourenço do Valle, en Madalena Romão Mira (coord.), Homenagem a Justino Mendes de Almeida, Lisboa, ACDR Editores, 2015, 27-41.           Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Manifestações religiosas na Lusitânia romana ocidental, en A. Carvalho –L. C. Coito (ed.), Lusitana Romana – Origem de dois Povos, Museu Nacional de Arqueologia e Imprensa Nacional – Casa da Moeda, Lisboa 2016, 250-257 [ISBN 978-972-776-473-0].           Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, O Ensino Superior na relação dos museus com o turismo, en THIJ – Tourism and Hospitality International Journal [revista do Departamento de Turismo do Instituto Superior de Ciências Educativas – ISCE; ISSN 2183-0800], 6/1, Março de 2016, 12-22.            Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Jeannette U. Smit Nolen – In memoriam, en Monge (Maria de Jesus), Actas da jornada Abel Viana (1896-1964) – Paixão pela Arqueologia, Fundação da Casa de Bragança, 2016, 12-19.           Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, A batalha de Ourique foi perto de Leiria? (Recensão ao livro, de Jorge de Alarcão, Ourique – O Lugar Controverso), Cadernos de Estudos Leirienses 8, Maio 2016, 547-551.           Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Cascais e Alenquer: a E. N. n. 9, Arquivo de Cascais 14, 2015, 96-105.           Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, 'Viagem doutros olhares'. Prefácio al livro de Lídia Fernandes, Viagem pelo Passado Romano na Lusitânia, Lisboa 2016, p. I-IV.          Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, O quebra-cabeças dos investigadores, Al-madan Online, II série. n.º 21 (tomo 1), Julho de 2016, 9-10.           Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Os Romanos de Castro Verde (Conventus Pacensis, Lusitania), Revista Portuguesa de Arqueologia, 19, 2016, 195-210.           Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Formulários epigráficos cristãos – inovação e continuidade, en J. d'Encarnação – M. Conceição Lopes – Pedro C. Carvalho [coord.], A Lusitânia entre Romanos e Bárbaros, Edição do Instituto de Arqueologia da Universidade de Coimbra, Coimbra – Mangualde 2016, 35-45.          Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, Pensar a vida, en António Manuel Lima, Mudar de Vida, Marco de Canaveses, 2016, 122-125. [Catálogo da exposição permanente da cidade romana de Tongobriga]. Direcção Regional da Cultura, Porto 2016. ISBN 978–989–20–6864-0.           Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação – Mário Rui Simões Rodrigues, In perpetuam memoriam: A epígrafe latina em honra de D. Luís de Menezes, Senhor de Ansião, Cadernos Leirienses 9, Setembro de 2016, 35-49.           Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.

J. d'Encarnação, A inscrição exposta… no Museu Arqueológico de Odrinhas (Sintra - Portugal), en A. Donati [coord.], L’Iscrizione Esposta (Atti del Convegno Borghesi 2015). Colecção Epigrafia e Antichità n.º 37, Fratelli Editori – Faenza, 2016, 525-537. ISBN: 978-88-7594-123-9.           Estudo Geral. Universidade de Coimbra. Repositório digital.